Apucarana

Gripe A: Apucarana confirma 2º caso

Da Redação ·

A Divisão de Vigilância Epidemiológica da Autarquia Municipal de Saúde (AMS) confirmou hoje (terça-feira 10/07) pela manhã, o segundo caso de Gripe A (H1N1), em Apucarana. Trata-se de um paciente do sexo masculino, com 70 anos. O paciente foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e a coleta do exame foi realizada no dia 29 de junho. Também foi feita a dispensação do antiviral Oseltamivir (Tamiflu), medicamento indicado para o tratamento da Influenza A.

continua após publicidade

O exame foi encaminhado ao Laboratório Central do Estado (LACEN), para análise e a confirmação da doença veio no dia 03 de julho. “O paciente evoluiu bem em atendimento ambulatorial, sem necessidade de internamento. Reforçamos que os cuidados devem ser redobrados, por todos. A Gripe A esta de volta”, destaca a enfermeira Gelcy Marchini, coordenadora da Divisão de Vigilância Epidemiológica.

continua após publicidade

Boletim Epidemiológico - Gelcy também divulgou na manhã de hoje o Boletim Epidemiológico da Gripe A, em Apucarana. “A partir da 24ª semana epidemiológica (10 de junho) registramos 22 casos suspeitos. Destes, 05 foram negativos para a Gripe A, 02 confirmados (sendo que um evoluiu para o óbito da paciente) e 15 aguardam resultado do LACEN”, detalha.

Grupos priorizados - A enfermeira Gelcy Marchini reforça que até o dia 13 de julho, pacientes que fazem parte dos grupos priorizados pelo Ministério da Saúde (MS) e pacientes que preencheram o CRIE, podem tomar a vacina, na Central de Vacinas (próximo ao Lagoão).

“Reforçamos que não teremos prorrogação. Pedimos a atenção dos pacientes para que não percam o prazo para vacinação. Fazem parte dos grupos priorizados pelo MS: idosos (acima de 60 anos), gestantes (em qualquer período gestacional) e crianças entre seis meses e menores de dois anos (até 1 ano, 11 meses e 29 dias) exclusivamente para a primeira dose. Já os pacientes que tiveram sua vacina liberada pelo CRIE são os portadores de comorbidades. Esses pacientes devem comparecer a Divisão de Vigilância Epidemiológica e verificar se a sua solicitação foi aprovada para receber a dose, também até o dia 13 de julho”, explica.

Os pacientes devem levar documento com foto e as mamães a carteirinha de vacinação para crianças. A Central de Vacinas esta aberta de segunda a sexta-feira, e as vacinas estão disponíveis das 08 às 16h30. Já a Divisão de Vigilância Epidemiológica atende de segunda a sexta-feira, das 08 às 17 horas. A vacina trivalente disponibilizada pelo MS protege contra os principais vírus que circula no hemisfério sul, entre els o da Influenza A (H1N1), H3N2 (gripe sazonal) e sazonal. Mais informações na Central de Vacinas – 3901 1044.