Apucarana

Dois homens são baleados em bairros de Apucarana

Da Redação ·

Dois homens foram baleados na manhã desta sexta (01) em bairros da regiões Leste e Nordeste de Apucarana. Segundo informações da Polícia Militar, o fatos ocorreram nos fundos de uma residência na Rua José Carlos Bueno, no Jardim Aviação e em via pública no Conjunto Charles Chaplin. Às 9h15 deu entrada no Hospital da Providência Cléverson Cândido Gomes, de 33 anos. Ele levou um tiro na perna quando estava com seu carro no Conjunto Charles Chaplin.

continua após publicidade

Mesmo ferido, ele foi até hospital dirigindo o veículo Ford Fiesta placa AUU-7197 (Apucarana). Um projétil de arma de fogo atingiu a porta esquerda do carro e uma das pernas do apucaranense.

Após ser medicado no Hospital da Providência e liberado, Cléverson prestou depoimento na 17ª Subdivisão Policial (SDP). Segundo policiais civis, ele não soube dizer quem teria dado o tiro que o atingiu e nem por qual razão isso ocorreu.

Jardim Aviação - Por volta das  9h25, equipes do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da PM foram até  uma casa de fundos na Rua José Carlos Bueno, no Jardim Aviação. No local os socorristas constaram que Adriano Correia Zamperline, de 19 anos, acabou ferido no tórax e na cabeça.


Adriano foi socorrido pelo Samu e encaminhado ao Hospital da Providência em estado grave. "Um rapaz conhecido como Baiano chamou o Adriano ir até a casa dele para trocar um celular e quando o meu irmão chegou na moradia um cara atirou nele. O Adriano já tem passagem pela polícia por furto e atualmente está desempregado, mas é gente boa", disse chorando Jéssica Zamperline, 21, irmã do rapaz baleado duas vezes.

 
Um amigo da vítima acrescentou que,após ser ferido pelos tiros, Adriano ainda conseguiu retornar correndo até a casa de sua família. "Ele desceu a rua correndo e todo ensanguentado e quando chegamos perto, percebemos que o Adriano havia sido ferido a tiros", contou o adolescente C.S., de 15 anos.
 
Adriano Correia Zamperline permanece internado em quarto comum no Hospital da Providência e ainda será submetido a cirurgia.
 
O tenente Éldison Martins do Prado acrescentou que o autor disparos seria um rapaz conhecido como Ceará, que já tem ficha criminal por receptação de objetos furtados e roubados. "Apuramos no local dos fatos que os tiros foram disparados pelo Ceará, que ainda encontra-se foragido", completou Prado.
 
A Polícia Civil instaurou inquéritos para apurar a autoria dos disparos de arma de fogo e não descarta a hipótese de possíveis acertos de contas por questões ainda não apuradas.