Apucarana

Ex-jogador é preso sob suspeição de assalto

Da Redação ·
 Marcelo Rafael Cauê de Souza, de 23 anos, teve a prisão preventiva decretada a pedido do delegado-chefe da 17ª SDP, Valdir Abrahão da Silva
fonte: Divulgação - Polícia Civil
Marcelo Rafael Cauê de Souza, de 23 anos, teve a prisão preventiva decretada a pedido do delegado-chefe da 17ª SDP, Valdir Abrahão da Silva

Policiais civis da 17ª SDP de Apucarana cumpriram mandado judicial na quinta-feira (24) e prenderam o ex-jogador de futebol Marcelo Rafael Cauê de Souza, de 23 anos. Ele teve a prisão preventiva decretada a pedido do delegado-chefe da 17ª SDP, Valdir Abrahão da Silva, após ser reconhecido por vítima de assalto em residência na Vila Agari.

continua após publicidade
"Na quarta-feira o Cauê foi ouvido na 17ª SDP e liberado, mas após o reconhecimento formal feito por vítima de roubo, representamos pela prisão preventiva dele e o Judiciário atendeu o nosso pedido prontamente", afirmou o delegado. Abrahão detalhou que Cauê seria integrante da mesma quadrilha de dois ladrões presos pela Polícia Civil em sítio do pai de Cauê no distrito de Correia de Freitas, após roubo em residência na semana passada em Apucarana. "Esse pessoal é cofreiro, ou seja, age com objetivo específico de estourar cofres para roubar dinheiro. O bando é um verdadeiro câncer para Apucarana e região e a nossa próxima empreitada agora é prender o Gersinho, que é irmão do Cauê, faz parte da mesma quadrilha e ainda encontra-se foragido", acrescentou o delegado. Na 17ª SDP, Cauê negou a participação no assalto. "Fui jogador de futebol no time da cidade e não sou ladrão",disse. Ele foi encaminhado ao minipresídio de Apucarana, onde permanece detido à disposição da Justiça.