Apucarana

Colégio Agrícola de Apucarana pede ajuda para Flávio Arns

Da Redação ·
O deputado federal Alex Canziani,  Mauro Bertoli, Flávio Arns e o diretor do Colégio Agrícola, Evanildo Mantini, durante reunião em Curitiba
fonte: Divulgação
O deputado federal Alex Canziani, Mauro Bertoli, Flávio Arns e o diretor do Colégio Agrícola, Evanildo Mantini, durante reunião em Curitiba

Um grupo de Apucarana esteve reunido nos últimos dias com o secretário de Estado da Educação, Flávio Arns, a fim de reivindicar a execução de convênio para obras que somam mais de R$ 3 milhões. O grupo foi formado pelo diretor do Colégio Agrícola, Evanildo Mantini, pelo vereador Mauro Bertoli e pelo deputado federal Alex Canziani, ambos do PTB.

“Esses recursos são do programa Brasil Profissionalizado e se destinam à construção de mais três alojamentos, sendo dois masculinos e um feminino, totalizando aproximadamente 510 metros quadrados, além da instalação de três agroindústrias para processamento de carne, leite e vegetais”, explica Mantini.

Segundo ele, Arns foi bastante receptivo e atencioso com o grupo, sendo que sua assessoria informou que no momento estão sendo executados os convênios de 2008 do referido programa. “Nosso convênio é de 2009. Foram levantados todos os documentos no Departamento de Projeto. Agora esses documentos seguem para o Orçamento e, de lá, para a licitação”, acrescentou o diretor.

O Colégio Agrícola de Apucarana tem hoje 380 alunos de 80 municípios de todo o Paraná e de outros estados. Atualmente, os alunos se utilizam de alojamento com banheiro coletivo. Caso o projeto seja executado, eles passarão a contar com estrutura muito mais moderna e funcional, incluindo biblioteca, sala de estudos e outras dependências.

No Colégio Agrícola, a maioria é egressa da oitava série e estuda os três anos do chamado ensino médio, com as disciplinas normais, mais o conteúdo específico para a formação dos técnicos agrícolas. O grupo fez uma avaliação positiva da viagem à capital. “O deputado Alex Canziani tem uma atuação destacada na área da educação e o secretário Flávio Arns, a pedido dele, informou que vai se empenhar pessoalmente para que o convênio seja executado, pois sabe da importância da obra para o Colégio Agrícola e da importância desse estabelecimento para a educação paranaense”, afirma Mauro Bertoli.

De família com tradição agrícola, Bertoli destacou também a importância do ensino no setor. “Esses jovens saem do Colégio Agrícola capacitados para auxiliar os produtores rurais na modernização de suas propriedades e a disseminar novas técnicas de produção, fortalecendo ainda mais o agronegócio no Paraná e no Brasil”, finaliza o vereador.

continua após publicidade