Apucarana

Analfabetismo em Apucarana é o menor da história

Da Redação ·
 Da população de pouco mais de 121 mil habitantes, apenas 5,9% das pessoas com 15 anos ou mais de idade não sabem ler e escrever
fonte: Divulgação
Da população de pouco mais de 121 mil habitantes, apenas 5,9% das pessoas com 15 anos ou mais de idade não sabem ler e escrever
continua após publicidade
A Autarquia Municipal de Educação (AME), da Prefeitura de Apucarana, divulgou nesta segunda-feira (14/05) o panorama apucaranense da Educação para Jovens, Adultos e Idosos (EJA). Com base em dados do Censo 2010, Apucarana hoje tem a menor taxa de analfabetos da região. Da população de pouco mais de 121 mil habitantes, apenas 5,9% das pessoas com 15 anos ou mais de idade não sabem ler e escrever. No início da década, de acordo com o Censo de 2000, o índice era superior a 9%. De acordo com os gestores em educação, “a estatística demonstra o sucesso dos esforços do município, do núcleo regional e de outros parceiros, no sentido de superação do analfabetismo em Apucarana”. Segundo eles, nesta próxima década o município deve alcançar ou até mesmo romper para menos a barreira dos 4%, tida como “índice aceitável” pelos estudiosos.
Do universo de apucaranenses ainda não alfabetizados, segundo o relatório apresentado pela coordenadora municipal da EJA, professora Sueli Gomes Reis, entre 15 e 24 anos de idade existem 143 pessoas. Entre 25 a 39 anos, são 431 pessoas; entre 40 e 59 anos são 1.767 pessoas e com mais de 60 anos são 3.259 pessoas.
Desde 2006, a EJA de Apucarana atende anualmente um contingente de aproximadamente 350 alunos na forma presencial de 1ª a 4ª etapas, equivalente às séries iniciais do Ensino Fundamental. “Contamos hoje com 14 estabelecimentos autorizados pelo Conselho Estadual de Educação (CEE). São 23 turmas e um corpo docente de 21 profissionais que oferecem ensino de qualidade, através de uma proposta pedagógica coerente com as necessidades do aluno da EJA”, assinala Sueli. De acordo com ela, além das aulas curriculares, o aprendizado envolve diversos projetos que buscam aproveitar a vivência dos alunos e despertar novos conhecimentos e habilidades. “Entre os projetos está o “Minha História” que esteve entre os selecionados no ano de 2011 do Estado do Paraná para concorrer à Medalha Paulo Freire”, conta Reis.
Em favor da educação inclusiva, a EJA em Apucarana mantém ainda o “professor itinerante” para as turmas de Fase 1 e intérprete de LIBRAS (Língua Brasileira dos Sinais) nas turmas onde há necessidade.
Os alunos matriculados são atendidos com material escolar, material didático (livros), passe do transporte escolar (de acordo com a distância comprovada mediante conta de luz) e merenda escolar. “Apucarana conta ainda com parceria do Sesc Apucarana, no Projeto Educação e Cidadania e da Saúde, facilitando o processo de consultas oftalmológicas e óculos”, destaca professora Suzimara Carvalho da Cruz Oláh de Almeida Lima, diretora-presidente da AME.
O que é - A Educação para Jovens e Adultos (EJA) é o segmento de ensino da rede escolar pública no Brasil para aqueles que não completaram os anos da educação fundamental em idade apropriada e não possuem idade escolar. Uma vez matriculados, os alunos enfrentam quatro semestres em um sistema que exige freqüência obrigatória, presencial, com avaliação no processo.
Para mais informações sobre a EJA, ligue 3423-1954 ou procure a escola municipal mais próxima.