Apucarana

União dos Estudantes de Apucarana anuncia primeiro Festival Caras Pintadas

Da Redação ·
UEA tem realizado reuniões todas as semanas; festival vai marcar a volta da luta estudantil no município
fonte: UEA
UEA tem realizado reuniões todas as semanas; festival vai marcar a volta da luta estudantil no município
continua após publicidade
A União dos Estudantes de Apucarana (UEA) anunciou nesta segunda que vai realizar o I Festival Caras Pintadas de Cultura e Arte. O festival estudantil vai contar com apresentações nas áreas de música, teatro, dança e poesia e envolverá os estudantes de todos os colégios de Apucarana.
 
O evento já tem data definida, será no domingo 27 de maio. O local será anunciado nos próximos dias. Segundo Poliana Nadim, presidenta da UEA, o evento busca a integração dos estudantes entre si e com a comunidade "Com o festival, vamos resgatar um pouco da nossa cultura, além de mostrarmos à comunidade que ser estudante é muito mais do que só estudar".
 
O nome Caras Pintadas não reflete apenas a luta do movimento Fora Collor, que levou ao impeachment do presidente Fernando Collor em 1989. Mas sim um espetáculo em memória de todas as lutas do Movimento Estudantil, em todos os períodos. O resgate da luta no município. Será também uma homenagem aos estudantes que lutaram contra a ditadura militar na década de 1960, em especial a Antônio Três Reis de Oliveira e José Idésio Brianezi - apucaranenses que morreram nas guerrilhas que lutavam contra o regime militar no Brasil. Poliana Nadim conta que a homenagem aos heróis é o ponto de onde os estudantes vão recomeçar a luta "Temos que contar essa história para o povo, e retomar a luta pelos nossos direitos, assim como nossos heróis do passado, os estudantes de hoje também tem muito o que lutar. Podemos não viver mais na ditadura, mas temos muito o que mudar nesse país", conta.
 
O secretário de políticas educacionais da União Paranaense dos Estudantes (UPE), Welitton Ferreira, esteve em Apucarana neste final de semana para discutir a estruturação do festival "Este evento será um exemplo para o Paraná e para o Brasil. Sem dúvidas será apenas o começo. O pessoal de Apucarana tem muita garra e é decidido a lutar", diz.
 
O Festival Caras Pintadas vai contar também com os estudantes universitários representando o seu lado. Giovana Gasparotto, presidenta do DCE da UTFPR e integrante da UEA diz que esse festival vai ser um grande marco na cidade "Muitas pessoas não fazem ideia de tudo o que aconteceu em Apucarana na época da ditadura. Além de que como estudantes, todos nós temos a missão de levar para a comunidade o conhecimento que nos dão em sala de aula", salienta.
 
Quem quiser participar do I Festival Caras Pintadas basta se informar com os grêmios estudantis nos colégios, no Diretório Central dos Estudantes da UTFPR ou na sede da UEA, que fica próximo ao ginásio Lagoão.
 
O festival vai ter entrada gratuita e toda a população poderá participar.
 
Maiores informações no blog da UEA: http://ueapr.blogspot.com.br/