Apucarana

Apucarana realiza hoje atividade no Dia Mundial de Segurança do Trabalhador

Da Redação ·

A 16ª Regional de Saúde e Autarquia Municipal de Saúde (AMS) em parceria com o Conselho Municipal de Saúde e Cerest Macro Regional Norte II, realizam hoje (dia 27 de abril), a partir das 10 horas, na Praça Rui Barbosa, “flash mob”. A atividade, que deverá reunir funcionários de empresas e comércio de Apucarana, esta sendo realizada em alusão ao Dia Mundial de Segurança e Saúde do Trabalhador (comemorado no dia 28 de abril). “Nosso principal objetivo é a mobilização e a conscientização da nossa comunidade em relação aos acidentes de trabalho e os problemas que as doenças ocupacionais podem causar na vida de um trabalhador. Vamos fazer 15 minutos de atividades voltadas ao tema e para isso vamos realizar o “flash mob” que nada mais é que uma aglomeração instantânea onde os trabalhadores estarão com cartazes educativos com frases alusivas a data. Também estaremos repassando informações sobre a saúde do trabalhador e, finalizando a atividade teremos ginástica laboral com profissionais do Núcleo de Apoio ao Saúde da Família (NASF)”, detalham os coordenadores do evento. Dados

continua após publicidade

Em 2003, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu o dia 28 de abril como o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, em homenagem a um grave acidente ocorrido numa mina dos EUA em 1969, onde morreram dezenas de trabalhadores. Hoje, ocorrem cerca de 270 milhões de acidentes no mundo por ano, os quais resultam em aproximadamente 2,2 milhões de mortes. No Brasil, o número de acidentes chega a 1,3 milhões, resultando em, aproximadamente, 2,5 mil mortes por ano. Segundo a OIT, isso se deve única e, exclusivamente, ao descumprimento das normas básicas de proteção aos trabalhadores e más condições nos ambientes laborais. Em Apucarana, segundos dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação – SinanNet e 16ª Regional de Saúde foram registrados em 2011: 655 notificações consideradas graves. “Destas notificações temos 593 em indústrias e comércio; 29 em vias públicas; 31 em serviços terceirizados e 02 em domicílio próprio. Entre os 655, foram 85 atendimentos hospitalares, 544 ambulatoriais e 06 em ambos. Nenhuma morte foi registrada de janeiro a dezembro. Outro importante dado é que 486 pessoas se tornaram incapazes e hoje estão recebendo pelo INSS”, explica Leonardo Di Colli, técnico da 16ª Regional de Saúde. Ele completa dizendo que desses trabalhadores envolvidos em acidentes 521 são registrados, 55 autônomos, 01 é servidor público estatutário, 03 são servidores públicos seletista e 10 empregadores.

continua após publicidade

Já o levantamento feito pela Autarquia Municipal de Saúde, através do departamento de Segurança no Trabalho, registrou entre notificações graves e simples: 1.218 atendimentos por acidente de trabalho. “Registramos entre janeiro e dezembro de 2011: 1.052 atendimentos no Pronto Atendimento Municipal (PAM) e 166 no Hospital da Providência”, finaliza Maurício Giacomini, técnico de segurança do trabalho da AMS.

continua após publicidade