Apucarana

PM de Apucarana realiza primeira operação com uso de aeronave

Da Redação ·
OPERAÇÃO policial foi realizada na região da Lagoa Seca, no Jardim Colonial, e em outras localidades
fonte: Andre Veronez
OPERAÇÃO policial foi realizada na região da Lagoa Seca, no Jardim Colonial, e em outras localidades

Quarenta minutos foi o tempo que durou a operação da Polícia Militar (PM) realizada ontem pela manhã com apoio tático do Grupamento Aeropolicial e Resgate Aéreo (Graer), de Curitiba, em Apucarana. A ação foi desencadeada no Jardim Colonial, Vale Verde e Dom Romeu. Foram feitas abordagens e cumpridos dois mandados de prisão que resultaram na detenção de três pessoas por suspeita de receptação. Todas foram encaminhadas à 17ª Subdivisão Policial (SDP). Também foi apreendida uma balança de precisão e 20 gramas de crack.

continua após publicidade


A operação assustou a dona de casa Neusa Tobias, 40, e o marido, o pedreiro Lúcio da Silva, 39, moradores do Jardim Colonial, próxima à região da ‘Lagoa Seca’. “Pensei que estivessem procurando algum bandido aí na mata. Nunca vi nada assim”, disse.

continua após publicidade

O comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar (BPM), coronel João Jorge dos Santos Júnior, explica que com a programação da vinda de uma unidade fixa do Graer para Londrina, no início de junho, a tendência é este tipo de atuação se tornar comum na região. “É uma ferramenta fundamental nas ações policiais, porque possibilita maior visibilidade da movimentação. Daqui alguns meses a população já vai estar familiarizada com a presença do helicóptero”, assinala.

Leia mais na edição de quinta-feira (22) da Tribuna do Norte - Diário do Paraná