Apucarana

Apucarana prioriza educação infantil

Da Redação ·
 Apucarana prioriza educação infantil
fonte: Tribuna do Norte
Apucarana prioriza educação infantil

Capacitação constante de professores, investimento em espaço físico e adoção de uma política voltada ao ensino transformam perfil dos CMEIs

continua após publicidade

Um espaço harmonizador e facilitador, onde a criança é efetivamente vista como um ser em crescimento e que necessita receber, além do atendimento humano, os primeiros rudimentos da Educação. Assim são os 20 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) da Autarquia Municipal de Educação (AME) de Apucarana. Gratuitamente, todos os dias são atendidas - em regime integral - cerca de 2,4 mil crianças de quatro meses a cinco anos. “Já em 2001, a partir da opção da gestão municipal de tratar a Educação como prioridade, as creches passaram por uma profunda transformação, assumindo o status de CMEI”, salienta o prefeito João Carlos de Oliveira (PMDB).

continua após publicidade

Ele destaca que Apucarana vem investindo para acompanhar o que há de mais atual em matéria de Educação. “O mundo inteiro passa por um período de grandes transformações. Vivenciamos globalmente um novo momento: a mudança de paradigmas, onde cada vez mais as mães também estão saindo de casa para trabalhar, ganhando o mercado de trabalho e, em consequência, não têm com quem deixar seus filhos menores. Este é um fato comprovado nos últimos anos, por isso a atitude da Prefeitura de Apucarana de fazer o possível para atender às necessidades das famílias”, assinala João Carlos.

Segundo ele, a política implementada em Apucarana é de atendimento global às crianças. “Nosso desafio é avançarmos sempre na perspectiva de consolidar uma política municipal abrangente para a infância que envolva a saúde, nutrição e educação”, conclui.

continua após publicidade

Com a consolidação da educação integral nas escolas municipais de 1ª ao 4ª ano do ensino fundamental, a AME tem concentrado esforços no sentido de incrementar investimentos na expansão da estrutura de abrigamento físico da educação infantil. Com isso, tem buscado otimizar a acomodação da demanda, investindo na construção e ampliação de novos centros municipais de educação infantil (CMEIs), bem como adaptação de atendimento da educação infantil junto às escolas municipais.