Apucarana

Bebê engole pedra de crack em Apucarana

Da Redação ·
Pedra de crack deixou menina de 1 ano e 9 meses de idade em estado grave após ser ingerida
fonte: Sérgio Rodrigo - da Tribuna do Norte - Diário do Paraná
Pedra de crack deixou menina de 1 ano e 9 meses de idade em estado grave após ser ingerida

Uma menina de 1 ano e 9 meses de idade foi parar ontem em estado grave no Hospital da Providência, em Apucarana, após engolir uma pedra de crack. A ingestão da droga aconteceu durante a madrugada, no Parque Bela Vista, zona norte da cidade.

continua após publicidade


Segundo o delegado chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP), Valdir Abrahão, a mãe do bebê, uma adolescente de 17 anos, relatou que não seria usuária de crack e que também não teria visto quando a criança teve contato com o entorpecente. A droga pertenceria a uma colega dela, que estaria dormindo em sua casa. Até o fechamento desta edição, a menina ainda permanecia internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Providência Materno Infantil. “A mãe disse que, por volta das 23h30 desta quarta-feira, recepcionou uma amiga, usuária de drogas, que não tinha para onde ir. Ela aceitou que a moça pernoitasse na sua casa”, conta o delegado, que ouviu a moça e abriu inquérito para apurar o ocorrido.


Esta amiga, conforme Abrahão, teria ficado acordada quando todos da casa, incluindo os pais da mãe do bebê envolvido, foram dormir. “Foi por volta das 3 horas que a mãe acordou com gritos da amiga. A mulher então disse que a filha, em um momento de descuido seu, engoliu uma pedra de crack”, assinala.

continua após publicidade

(Leia a matéria completa na edição desta sexta-feira da Tribuna do Norte - Diário do Paraná)