Apucarana

114 anos da imigração japonesa: Apucarana recebe cônsul

Visita foi para entrega de comenda concedida pelo imperador do Japão a apucaranense

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O Cônsul do Japão no Paraná, Keiji Hamada, esteve nesta sexta-feira em Apucarana para uma visita à comunidade nipo-brasileira do município. Ele assumiu o consulado em outubro do ano passado, em Curitiba, e, após o período crítico da pandemia da Covid-19, está retomando as visitas ao interior do Estado e participando de eventos diversos promovidos pela colônia japonesa no Paraná.

continua após publicidade

Keiji Hamada veio exclusivamente a Apucarana para fazer a entrega da Comenda da Ordem do Sol Nascente Raios de Ouro e Rosetos a um dos líderes da comunidade nipo-brasileira local, Satio Kayukawa. Trata-se de uma medalha concedida diretamente pelo Imperador Nahuhito, do Japão, em reconhecimento aos serviços prestados por Satio Kayukawa em favor da colônia japonesa de Apucarana e da região durante toda sua vida. “Para mim, foi uma honra muito grande receber uma homenagem como esta concedida pelo imperador, a partir de hoje passo a ser comendador do Japão no Brasil e no Paraná”, afirmou Satio, que tem uma vasta gama de serviços prestados a população de Apucarana. Aos 78 anos, ele já foi vereador por sete mandatos, duas vezes presidente da Câmara, presidente por oito anos da Associação Cultural e Esportiva de Apucarana (Acea), presidente da antiga Companhia de Desenvolvimento de Apucarana (Codap), presidente do Rotary Club Apucarana Sul, presidente do Sindicato Rural e também do antigo Mobral (Movimento Brasileiro de Alfabetização).

Com apenas oito meses à frente do Consulado do Japão no Paraná, Keiji Hamada diz estar percorrendo o Estado para estreitar ao laços de amizade com as colônias japonesas e os brasileiros, além de conhecer um pouco mais do Paraná.

continua após publicidade

Ele lembrou que neste sábado (18 de junho) se comemora os 114 anos da chegada das primeiras famílias de japoneses ao Brasil. Isso ocorreu em 18 de junho de 1908, quando o navio Kasatu Maru atracou no Porto de Santos com 781 primeiros imigrantes, alám de 12 independentes, após 52 dias de viagem. Conforme Hamada, hoje são aproximadamente dois milhões de japoneses e descendentes vivendo no Brasil, dos quais 200 mil no Paraná.

Segundo o cônsul, os japoneses são muito gratos aos brasileiros pela acolhida e muito tem contribuído para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil, especialmente na área de agricultura.

Acompanhado do vice-cônsul Higaki Sotaro e do presidente da Acea, Kiniti Ishida, Keiji Hamada conheceu as dependências da Acea e da Escola Nipo-Brasileira, instituição que recebeu investimentos da ordem de R$ 720 mil do Japão para construção do novo salão e reforma do prédio. Segundo Kiniti, o consulado japonês também feito outros investimentos em Apucarana, como a doação de uma van adequada para cadeirantes ao Lar São Vicente de Paulo e de aparelhos auditivos à escola da Apae, entre outros.

continua após publicidade

 Por, Edison Costa

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News