Apucarana

1º Feirão empregou mais de 100 pessoas em Apucarana

Outras 400 vagas de emprego seguem a espera de um candidato.

Da Redação ·

Pelo menos 100, das cerca de 500 vagas oferecidas, já foram preenchidas e outras dezenas estão com candidatos em teste. O 1º Feirão do Emprego e do Estágio de Apucarana, realizado sexta-feira e sábado (30 e 31/07), no Espaço das Feiras, cadastrou e encaminhou 870 pessoas para entrevista de emprego.

continua após publicidade

A informação consta em um balanço preliminar divulgado nesta segunda-feira (02) pelo gerente da Agência do Trabalhador de Apucarana, Neno Leiroz. “Foram dois dias de muito trabalho onde conseguimos atrair 870 pessoas em busca de uma colocação no mercado de trabalho. Já no sábado e também nesta segunda-feira, diversas empresas parceiras pediram a baixa da vaga por já terem sido preenchidas por candidatos captados junto ao feirão”, informa Leiroz.

Muitos currículos também estão em fase de análise. “Os resultados efetivos do feirão serão percebidos a médio prazo. Ainda é cedo para fechar um balanço. Estamos agora acompanhando, em constante diálogo com os empresários, para atender no que for necessário. Também reencaminhando o candidato que levou o seu currículo a outras empresas com vagas em aberto”, pontuou o gerente.

continua após publicidade

Outras 400 vagas de emprego seguem a espera de um candidato. “O feirão terminou no sábado, mas na agência o trabalho é diário na busca da promoção da empregabilidade da nossa população”, salienta Leiroz, destacando que de janeiro a junho deste ano a cidade registrou mais de 2 mil empregos com carteira assinada. “Apucarana está liderando a geração de empregos na região e também compõe o ranking dos dez melhores municípios do Paraná, conforme o balanço do primeiro semestre de 2021 recém-divulgado pelo Caged”, assinalou.

Além de encaminhamento para entrevistas de emprego e estágio, o feirão também promoveu os cursos de qualificação profissional oferecidos gratuitamente pela Prefeitura de Apucarana através do Centro de Qualificação Total. “A prefeitura adquire cursos junto ao Senac, Sesc, Senai, Senar, entre outros, e oferece gratuitamente à população. Atualmente são mais de 40 cursos com inscrições abertas e durante o feirão efetivamos cerca de 250 inscrições. Profissional capacitado encontra maiores chances de colocação no mercado de trabalho”, destaca Neno Leiroz, gerente da Agência do Trabalhador de Apucarana.

O prefeito Júnior da Femac lembra que a realização do feirão foi uma resposta da administração municipal ao clamor do empresariado local. “As empresas de Apucarana hoje oferecem vagas de emprego, contudo, a ocupação tem sido menor que a oferta de oportunidades. A mobilização dos sindicatos dos segmentos produtivos com o poder público levou a realização do Feirão, que já sinaliza bons resultados. Nestes primeiros dias da semana muitos trabalhadores estão sendo avaliados pelas empresas, outros já contratados em período de teste”, destaca Júnior.

A empresária e presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Apucarana e do Vale do Ivaí (Sivale), Elisabete Ardigo, aprovou a iniciativa da Prefeitura de Apucarana, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Emprego e da Agência do Trabalhador. “Estimamos que só a indústria de confecções existam hoje umas 250 vagas em aberto e precisamos preenchê-las. Esse mutirão de empregos foi uma ação muito importante da prefeitura em apoio ao trabalhador e a todo o setor produtivo da cidade”, disse a empresária.