Presidente

Bolsonaro confirma candidatura à reeleição presidencial

Jair Messias Bolsonaro nasceu em Campinas, em São Paulo, e iniciou sua carreira militar em 1973

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Bolsonaro discursou por 1 hora e 9 minutos. Pouco antes do fim, convocou os apoiadores para protestar "pela última vez" no próximo 7 de setembro
fonte: Reprodução
Bolsonaro discursou por 1 hora e 9 minutos. Pouco antes do fim, convocou os apoiadores para protestar "pela última vez" no próximo 7 de setembro

O Partido Liberal (PL) confirmou Jair Bolsonaro (RJ) como candidato à reeleição à Presidência da República, após evento realizado no dia 24/7. A convenção foi realizada no Maracanãzinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro. 

continua após publicidade

Bolsonaro discursou por 1 hora e 9 minutos. Pouco antes do fim, convocou os apoiadores para protestar "pela última vez" no próximo 7 de setembro.

“Nós somos maioria, nós somos do bem, nós temos liberdade para lutar pela nossa pátria. Convoco todos vocês agora, para que todo mundo, no 7 de setembro, vá às ruas pela última vez", disse.

continua após publicidade

Ovacionado pelo público, Bolsonaro fez uma pausa enquanto as caixas de som repetiam um som grave intermitente, como uma espécie de trilha sonora. 

Trajetória política

Jair Messias Bolsonaro nasceu em Campinas, em São Paulo, e iniciou sua carreira militar em 1973. Depois, mudou-se para o Rio de Janeiro, em razão do curso da Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende.

continua após publicidade

Em 1986, Bolsonaro publicou um artigo na revista "Veja" no qual reclamou dos salários dos militares. No ano seguinte, a mesma revista divulgou reportagem na qual afirmava que Bolsonaro e um colega tinham planos de explodir bombas em instalações militares para criar pressão por reajustes de salários. Ao julgar o caso, em 1988, o Superior Tribunal Militar absolveu Bolsonaro.

No mesmo ano, ele decidiu entrar para a política e foi eleito vereador da cidade do Rio de Janeiro. Com isso, o Exército o transferiu para reserva. Anos depois, foi convertido a capitão reformado.

Como deputado federal, Bolsonaro cumpriu sete mandatos. Em 2018, foi eleito presidente, no segundo turno, com quase 57,8 milhões de votos (55,13% do total).

continua após publicidade

Três filhos dos cinco filhos de Bolsonaro seguiram a carreira política: Carlos, vereador no Rio de Janeiro; Flávio, senador pelo Rio; e Eduardo, deputado federal por São Paulo com a maior votação do país em 2018.


GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News