Pesquisas Eleitorais

Em novo Datafolha, Lula tem 18 pontos de vantagem sobre Bolsonaro

O Datafolha ouviu 2.566 eleitores em 183 cidades. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-01192/2022

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Segundo o instituto. Lula teria hoje 47% das intenções de voto, o mesmo número do levantamento anterior feito no final de junho, contra 29% de Bolsonaro
fonte: Reprodução
Segundo o instituto. Lula teria hoje 47% das intenções de voto, o mesmo número do levantamento anterior feito no final de junho, contra 29% de Bolsonaro

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (28) aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 18 pontos porcentuais de vantagem nas intenções de voto para a Presidência da República, no primeiro turno, em relação ao presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL). Segundo o instituto. Lula teria hoje 47% das intenções de voto, o mesmo número do levantamento anterior feito no final de junho, contra 29% de Bolsonaro. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

continua após publicidade

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) também segue onde estava em 22 e 23 de junho: com 8%. Segue inalterado também o grande pelotão de candidatos abaixo de 2%, encabeçado numericamente pela senadora Simone Tebet (MDB).

O Datafolha ouviu 2.566 eleitores em 183 cidades. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-01192/2022. A pesquisa foi realizada entre quarta e hoje. 

continua após publicidade

Na pesquisa espontânea de voto, quando não são apresentados os nomes dos candidatos, Lula lidera com 38% contra 26% de Bolsonaro. Ciro tem os mesmos 3% e Tebet surge com 1%.

Na pesquisa estimulada, Tebet tem 2%, o deputado André Janones (Avante) Pablo Marçal (Pros) e Vera Lúcia (PSTU) tem 1% cada. Votam em branco ou nulo 6%, e 3% dizem não saber quem escolher.

Não pontuaram Luciano Bivar (UB), General Santos Cruz (Podemos), Leonardo Péricles (UP), Felipe Dávila (Novo), Eyamel (DC) e Sofia Manzano (PCB).

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News