Governador

Requião confirma candidatura ao governo do Paraná

Requião tem 81 anos e nasceu em Curitiba. Advogado, jornalista e urbanista, o político já governou o Paraná por três mandatos

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Já foi prefeito de Curitiba, deputado estadual, secretário estadual e senador
fonte: Assessoria
Já foi prefeito de Curitiba, deputado estadual, secretário estadual e senador

O Partido dos Trabalhadores (PT) no Paraná, após convenção partidária realizada no dia 23/7, confirmou a candidatura de Roberto Requião ao governo do estado. Jorge Samek, ex-presidente de Itaipu, será o vice.

continua após publicidade

Requião tem 81 anos e nasceu em Curitiba. Advogado, jornalista e urbanista, o político governou o Paraná por três mandatos: de 1991 a 1995, e de 2003 a 2011.Já foi prefeito de Curitiba, deputado estadual, secretário estadual e senador.

"A minha intenção é transformar o Paraná no maior produtor de alimentos da Segurança Alimentar do planeta Terra. E eu já tenho experiência disso. Eu tenho o Trator Solidário, eu tenho o Panela Cheia, eu tenho o Fundo de Aval, eu tenho a Irrigação Noturna. Mas nós vamos multiplicar isso por 15", disse o candidato.

continua após publicidade

Sobre o governo do Paraná, Requião disse que travará um combate duro contra a corrupção. “Ganhando essa eleição, nós vamos, em primeiro lugar, fazer uma verificação sobre essa história de gastar R$ 300 milhões em obras da engorda da faixa de areia de Matinhos. Camboriú gastou R$ R$ 66,8 milhões para a mesma obra”, disse. Também afirmou que voltará a investir fortemente em educação. “Vamos devolver alegria à sala de aula e teremos um pacto com os professores: para o melhor ensino do Brasil, teremos o melhor salário do país.”

Ainda disse que, em seu governo, abrirá o sigilo sobre as isenções de impostos para as empresas multinacionais e estabelecerá tarifas justas de água e luz para empresas continuarem abertas e gerarem empregos. Uma das primeiras medidas que pretende tomar no governo é retirar os diretores da Copel e Sanepar e colocar dirigentes que tenham compromisso com o povo. “Não sou candidato contra o Rato, pois ele não é governador. Sou candidato para retomar o Brasil no Governo do Estado do Paraná”, finaliza

Durante 40 anos, Requião foi filiado ao MDB. Este ano migrou para o PT.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News