2022

Ciro diz que, se perder nesta eleição, não disputa mais a Presidência

"Se eu não ganho agora, vou botar a viola no saco", disse o político que está concorrendo à Presidência pela quarta vez

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
A declaração foi feita nesta sexta-feira (29), na Universidade de Brasília (UnB)
fonte: José Cruz/Agência Brasil
A declaração foi feita nesta sexta-feira (29), na Universidade de Brasília (UnB)

O pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes fez um discurso na Universidade de Brasília (UnB), nesta sexta-feira (29), e falou que, se perder nas eleições deste ano, não disputará mais o Palácio do Planalto. Ele ainda alegou que irá colocar "a viola no saco". 

continua após publicidade

Ciro é ex-governador do Ceará e tenta disputar o cargo de presidente pela quarta vez. 

"Nós temos que colocar em perspectiva que o Brasil precisa discutir finalmente, de forma inadiável, o modelo econômico. Esta é a razão pela qual eu, pela quarta vez, tento ser presidente do Brasil. Claro que, desta vez, chega. Porque, se eu não ganho agora, vou botar a viola no saco porque eu virei o bico falante, o chato, o destemperado", declarou o político.

continua após publicidade

Segundo a última pesquisa eleitoral divulgada pelo Datafolha, Ciro ocupa a terceira posição das intenções de voto, com 8%. Os primeiros da lista são Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL), que têm 47% e 29% das intenções, respectivamente. 

Na avaliação do candidato do PDT, "a campanha ainda não começou" e as propagandas na televisão podem ajudá-lo a aumentar o número de eleitores.

"Eu vou mostrar para eles que eu sou o único candidato que consegue derrotar o Lula no segundo turno. Tem ainda 54% do eleitorado que ainda admitem mudar o voto. Eu vou buscar esse eleitorado", disse.

Com informações do g1.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News