2022

Cesar Silvestri recorre à Justiça para assegurar sua candidatura

Federação Nacional PSDB/Cidadania desrespeitou decisão da convenção estadual

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Cesar Silvestri adiantou que seu grupo político não vai apoiar Álvaro Dias
fonte: Divulgação
Cesar Silvestri adiantou que seu grupo político não vai apoiar Álvaro Dias

O pré-candidato a senador Cesar Silvestri Filho e a Federação PSDB Cidadania do Paraná impetraram nesta sexta-feira (5) mandado de segurança junto ao Tribunal Regional Eleitoral contra a decisão da coordenação nacional da federação, que desrespeitou a convenção estadual.

continua após publicidade

A Federação PSDB Cidadania do Paraná aprovou por unanimidade a candidatura do ex-prefeito de Guarapuava ao Senado.  Já o colegiado nacional da Federação vetou a candidatura de César Silvestri e declarou apoio à reeleição do senador Álvaro Dias (Podemos). Nessa negociação, o Podemos passou a apoiar o candidato a governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), que busca a reeleição.

Cesar Silvestri adiantou que seu grupo político não vai apoiar Álvaro Dias. Se eventualmente a decisão do colegiado nacional da Federação PSDB Cidadania não for revertida na Justiça, ele vai se licenciar do partido e, assim, ficar livre para apoiar outro candidato ao Senado.

continua após publicidade

Resolução

A resolução do Colegiado Nacional da Federação PSDB Cidadania, assinada na quinta-feira (4) pelo presidente nacional do PSDB, Bruno de Araújo Cavalcanti, que está sendo contestada pela Federação PSDB Cidadania do Paraná, diz o seguinte:

“1. Anular a deliberação e os eventuais atos decorrentes da Convenção Eleitoral da Federação PSDB Cidadania do Paraná no que concerne a escolha do ex-prefeito César Silvestri como candidato ao senado.

continua após publicidade

2. Determinar que a Federação PSDB Cidadania no Paraná celebre coligação majoritária para o Senado Federal com o Podemos, tendo como candidato o senador Álvaro Dias, devendo adotar todas as medidas administrativas, legais e judiciais para cumprir a decisão do Colegiado Nacional da Federação PSDB Cidadania.

3. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.”

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News