2022

Arapongas deve confirmar quatro candidatos a deputado; saiba quais

São dois nomes para deputado federal e outros dois para deputado estadual; prazo para convenções termina nesta sexta

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Arapongas tem mais de 82 mil eleitores aptos para votar em outubro
fonte: Divulgação/TSE
Arapongas tem mais de 82 mil eleitores aptos para votar em outubro

Arapongas deve ter quatro candidatos a deputado nas eleições de outubro. As convenções confirmaram até agora três nomes para a disputa e mais um deve ser homologado nesta sexta-feira (5), quando termina o prazo para homologar as candidaturas. 

continua após publicidade

São dois candidatos a deputado federal e dois a deputado estadual da cidade. Para a Câmara Federal, estão na disputa a ex-vereadora e funcionária pública estadual, Angélica Ferreira. Mais conhecida como Angélica Enfermeira, ela vai disputar a eleição pelo PROS.  O outro nome na disputa para deputado federal é do advogado Oduwaldo Calixto (PL). 

Concorrendo a uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) estão o atual deputado estadual Pedro Paulo Bazana (PSD) e também o vereador Aroldo Pagan (Podemos). O nome de Pagan ainda precisa ser homologado na convenção do partido,  marcada para esta sexta-feira (5), às 18 horas, em Curitiba. 

continua após publicidade

Na eleição de 2018, Arapongas registrou cinco candidaturas, sendo quatro para deputado estadual e uma para federal. O município tem 82.690 eleitores aptos para votar nestas eleições. 

Já Apucarana confirmou até agora nove nomes, quatro para estadual e cinco para federal.  Na disputa pela Assembleia Legislativa estão Anaizes Silva (PDT), Arilson Chiorato (PT), Paulo Vital (PSD) e Rodolfo Motta (União Brasil).  

Para deputado federal estão com as candidaturas homologadas pelos partidos Beto Preto (PSD), Carol Scarpelini (Solidariedade), João Batista Cardoso (Rede), Renata Borges (PDT) e Stela Maris (PSDB).  

continua após publicidade

Na eleição de 2018, Apucarana - que é o maior colégio eleitoral da região com 94.621 eleitores aptos– contou com dez concorrentes a deputado estadual e dois a federal.  

CONVENÇÕES 

Os partidos políticos e as federações partidárias têm até esta sexta-feira (5) para realizar suas convenções e escolher os candidatos e candidatas que vão disputar um cargo eletivo nas eleições deste ano, bem como para decidir sobre a formação de coligações.  

continua após publicidade

Este ano, as 34 legendas políticas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foram liberadas para realizar suas reuniões nacionais a partir de 20 de julho. Conforme estabelece o Calendário das Eleições 2022, após definir os nomes que disputarão a um cargo, os partidos, federações e coligações terão até o dia 15 de agosto para solicitarem o registro das candidaturas. No caso de federações partidárias, a convenção deve ocorrer de forma unificada, com a participação de todos os partidos integrantes.

A propaganda eleitoral somente será permitida a partir do dia 16 de agosto. Consequentemente, já a partir do próximo sábado (6), as emissoras de rádio e de televisão estarão proibidas de fazer proselitismo político, não podendo dispensar tratamento privilegiado a qualquer candidato ou partido.

As emissoras de rádio e tv também não poderão transmitir, mesmo que sob a forma de material jornalístico, entrevistas sobre intenção de voto que permitam a identificação dos eleitores. E também não poderão divulgar nomes de programas associados a candidaturas ou mesmo atrações com “alusão ou crítica a candidata, candidato, partido político, federação ou coligação, mesmo que dissimuladamente, exceto programas jornalísticos ou debates políticos”. 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News