Na região, PSD domina mais de um terço das prefeituras - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Eleições 2020

Na região, PSD domina mais de um terço das prefeituras

Foto por Arquivo TN
Escrito por Cezar Neves e Renan Vallim
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Partido Social Democrático (PSD) foi o que mais saiu fortalecido das urnas nas eleições deste ano na região. O partido, cujo maior expoente no Estado é o governador Ratinho Junior, conquistou mais de um terço das 27 prefeituras do Vale do Ivaí mais Arapongas. Segundo alguns prefeitos eleitos pela sigla, a proximidade com o Governo Estadual é o principal trunfo do partido.

Ao todo, 10 prefeituras serão comandadas por políticos do PSD a partir de janeiro de 2021 na região, o equivalente a 37%. Foram eleitos pelo partido Junior da Femac (Apucarana), Luiz Carlos Gil (Ivaiporã), Ylson Alves Cantagallo (Faxinal), Aquiles Takeda (Marilândia do Sul), Hermes Wictoff (Mauá da Serra), Moisés de Andrade (Rio Bom), Primis de Oliveira (Godoy Moreira), Reinaldo Grola (Lunardelli), Adhemar Rejani (Marumbi), e Moacir Andreolla (Novo Itacolomi).

Em segundo lugar ficou o PSL, com quatro prefeitos eleitos. O PSC e o MDB elegeram três prefeitos cada, e o PL elegeu dois. Com um prefeito cada ficaram PSDB, Cidadania, PDT, Podemos e DEM.

O desempenho do PSD nas eleições deste ano foi bem diferente do que há quatro anos atrás, quando apenas Beto Preto (Apucarana) e Moacir Andreolla foram eleitos pelo partido. No entanto, o crescimento da sigla já vinha ocorrendo desde 2016. Neste período, cinco prefeitos eleitos por outros partidos migraram para o PSD: Ylson Cantagallo, Aquiles Takeda, Hermes Wictoff, Adhemar Rejani e Reinaldo Grolla, todos reeleitos.

“O governo de Ratinho Junior tem pessoas como o Beto Preto (secretário de Saúde) e o João Carlos Ortega (secretário de Desenvolvimento Urbano), que têm uma visão municipalista, preocupada com os municípios e seu povo. Ortega foi vice-prefeito, Beto foi prefeito, por isso é natural que esse diálogo e essa proximidade gere esta empatia política. Aí o PSD acabou crescendo. O governador já vinha atendendo a todos os municípios de forma republicana e eu acredito que, com o crescimento do PSD, esse diálogo até aumente”, destacou o prefeito reeleito de Apucarana, Junior da Femac.

O prefeito eleito Luiz Carlos Gil fez seu primeiro mandato em Ivaiporã, de 2013 a 2016, pelo PSDB. Agora, faz parte do PSD. “A liderança e a popularidade do governador com certeza contribuem para o crescimento do partido. Enquanto o presidente Bolsonaro perdeu popularidade, Ratinho Junior cresceu, muito por causa de sua gestão transparente, com projetos e realizações, mesmo durante a pandemia”, afirma.

Gil avalia que, desta forma, Ratinho Junior se credencia cada vez mais para a reeleição em 2022. “Se continuar assim, ele leva no primeiro turno”, diz. 

Aquiles Takeda foi um dos prefeitos que migrou para o partido durante o mandato e conseguiu se reeleger neste ano. Ele atribui a mudança à base consolidada do partido a nível estadual. “Pelas articulações dos seus secretários junto aos prefeitos, a equipe do Ratinho Junior identificou boas lideranças em todo o Estado, que pudessem representar bem o partido. Com isso, a base do governador se fortaleceu ainda mais nos municípios”, ressaltou.

Deixe seu comentário sobre: "Na região, PSD domina mais de um terço das prefeituras"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.