Candidatos a prefeito da região declaram R$ 96 milhões em bens - TNOnline
Mais lidas

    Eleições 2020

    Candidatos a prefeito da região declaram R$ 96 milhões em bens

    Candidatos a prefeito da região declaram R$ 96 milhões em bens
    Foto por Arquivo TN
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 02.10.2020, 08:58:26 Editado em 02.10.2020, 08:58:26
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Os 87 candidatos a prefeito dos 27 municípios da região declararam R$ 96 milhões em bens à Justiça Eleitoral. Os dados são do portal de divulgação de candidaturas e contas eleitorais, mantido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em média, cada candidato tem um total de R$ 1,1 milhão em bens. De acordo com o sistema, seis candidatos declararam não terem nada em seus nomes.

    De acordo com a Justiça Eleitoral, os cinco que mais se destacam são os candidatos Luiz Carlos Gil (PSD), de Ivaiporã, com R$ 51.086.130,98; Inei Sandro Heckert (Patriotas), de Jandaia do Sul, com R$ 4.322.894,43; Waldyr Pugliesi (MDB), de Arapongas, com R$ 3.423.136,20; Paulo Wilson Mendes (PSL), de Califórnia, com R$ 2.830.708,00 e Mauro Oriani (PL), de Jardim Alegre, com R$ 2.584.950,07.Por outro lado, os candidatos que não declararam bens são Carolina Scarpelini (Podemos), de Apucarana; Fernando Gaúcho (PTC), de Arapongas; Francisco Parra (Solidariedade), de Bom Sucesso; Juarez Rossi (Cidadania), Rio Bom; Moacir Andreolla (PSD), de Novo Itacolomi; e Pedro Taborda (MDB), Rio Branco do Ivaí.

    Mais da metade do valor total declarado pelos candidatos da região vem do empresário Luiz Carlos Gil, de Ivaiporã. De acordo com os dados enviados à Justiça Eleitoral, 90% de seus bens referem-se às empresas das quais é sócio e imóveis. Excluindo os bens de Gil, os outros 86 candidatos a prefeito das cidades da região têm média de R$ 523 mil.O município de Novo Itacolomi, com R$ 205 mil na média pelos dois candidatos, foi o que teve o menor número declarado para a Justiça Eleitoral em bens.

    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu no dia 26 de setembro, dos partidos políticos e as coligações o requerimento de registro de seus candidatos. Os pedidos de registro de candidaturas foram feitos acompanhados do Demonstrativo de Regularidade dos Atos Partidários (Drap), Requerimento de Registro de Candidatura (RRC) e o Requerimento de Registro de Candidatura Individual (RRCI). Tanto o RRC quanto o RRCI têm informações que geraram a declaração de bens de cada candidato.

    Mais matérias de 2020

    Deixe seu comentário sobre: "Candidatos a prefeito da região declaram R$ 96 milhões em bens"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.