Arapongas

Defesa diz que o PTC estará nas urnas em Arapongas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Defesa diz que o PTC estará nas urnas em Arapongas
fonte: da redação
Defesa diz que o PTC estará nas urnas em Arapongas

O candidato à prefeitura de Arapongas pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC), Fernando Roman Bolico – Fernando Gaúcho, como está registrado na convenção e seu vice Tiago Parazzi de Freitas, tiveram os registros impugnados pela Justiça Eleitoral da comarca. Segundo a defesa do partido, ambos estão com as respectivas candidaturas em situação de expectativa por decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

continua após publicidade

O advogado Guilherme Becker confirmou o indeferimento da chapa do PTC à prefeitura de Arapongas, pelo que classificou de erro material por não ter constado na ata que os dois são os candidatos à majoritária. “Este erro será sanado a tempo porque o Fernando e o Tiago estão com todos os documentos em dia”, considera. Guilherme explica ainda que tem quinze declarações dos presentes na reunião em que ambos foram escolhidos. “A ata foi redigida sem constar que os dois são os candidatos do PTC. Na liminar do desembargador relator, eles continuam na disputa e vão à urna até que o caso tramite em julgado”, ressalta.

Ele enfatiza que o Ministério Público Federal (MPF), também reconheceu a ocorrência do ´erro material´ na ata da convenção.

continua após publicidade

O PTC confirmou os nomes de Fernando e Tiago para a disputa, no dia 16 de setembro – a última data para a finalização das convenções partidárias. O partido decidiu que teria chapa própria nas eleições municipais e apresentou os candidatos, no entanto teve o pedido barrado pelo Ministério Público da Comarca por não constar os nomes dos dois como candidatos. “Nós esperamos resolver a situação a tempo da disputa, até porque foi uma falha na realização da ata”, explicou o candidato a prefeito Fernando Gaúcho.

A situação dos candidatos a vereador também estava em julgamento, mas já está praticamente resolvida, segundo a defesa. “Os vereadores também foram impugnados, mas quase todos eles já estão aptos e todos devem estar regulares pelo problema”, pontua.

O TRE não tem uma data definida para a decisão que deixa o partido em suspense para as eleições de 15 de novembro, no entanto o advogado crê na decisão até as eleições. “O Fernando está trabalhando com seu vice e particularmente estão tranquilos. Infelizmente é uma questão burocrática que devemos enfrentar e esperar esses prazos”, finaliza o advogado.

Da Redação