Candidatos de Arapongas discutem a Segurança Pública do município - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Eleições

Candidatos de Arapongas discutem a Segurança Pública do município

Foto por da redação
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

A Segurança Pública é um dos pilares do bem-estar social das cidades. Ainda que as polícias, tanto Civil quanto Militar, são de responsabilidade dos Governos Estaduais, os municípios também podem desenvolver ações próprias. Este é um tema central para os candidatos de Arapongas.

Prefeito e candidato à reeleição, Sérgio Onofre (PSC) cita a implantação do Plano Anual de Segurança como uma das principais medidas para reverter o quadro da criminalidade em Arapongas. Ele lembra que já está autorizada pelo governo do Estado a construção do novo prédio do Centro de Detenção Provisória (CDP), com obras previstas para o primeiro semestre de 2021. Outra intenção é a instalação de câmeras em outros pontos estratégicos da cidade. “É o Projeto Muralha, que nós já levamos para a Amepar e que vamos fazer funcionar fortemente em nosso município”, explica. O candidato lembra da criação, durante seu mandato, da Delegacia da Mulher e da entrega de viaturas e equipamentos para a Guarda Municipal, entre outros avanços.

Angélica Ferreira (PROS) destaca apoiar ações integradas das forças de segurança no combate ao crime e cobrar agilidade na construção do CDP. “A criação da Secretaria da Mulher, em parceria com a secretarias de segurança Municipal e Estadual (através da Delegacia da Mulher), aumentará a amplitude dos trabalhos de prevenção à violência doméstica ou contra mulher, estruturando uma rede de apoio as vítimas”, pontua. Ela tem como proposta a implantação do Projeto Vigilância Comunitária e da Patrulha Industrial.

O candidato Valdecir Oliveira (PRTB) quer construir uma nova sede para a Guarda Municipal. “A nova sede terá tudo para ajudar na especialização desse guarda, com serviços de atendimentos de apoio físico e psicológico”, pontua. Ele pretende realizar novo concurso para contratar mais guardas em Arapongas. Valdecir apresenta proposta de câmeras em locais sensíveis do município com central preparada e atuação junto ao Conselho Municipal de Segurança, além de maior integração entre as forças de segurança da cidade.

Fernando Gauchinho (PTC) quer maior presença da GM nas escolas, através de rondas e palestras. Ele quer criar um quartel para a GM e um serviço de monitoramento com drones. “Otimizar, aperfeiçoar e ampliar o atual sistema nas principais vias e equipamentos públicos, por meio de câmeras de vídeo, deve prevenir e inibir a violência urbana”, ressalta. O candidato propõe mapear os locais com maior incidência de delitos.

Guto Grassano (Podemos) quer aumentar o número de câmeras de monitoramento em pontos estratégicos da cidade e criação de projetos de vigilância eletrônica nas escolas. “Os programas Escola Segura e Faro Fino atuarão na vigilância eletrônica das escolas e em pontos estratégicos do município”. Guto propõe ainda aumentar o efetivo da Guarda Municipal através de concurso.

Através de seu programa de governo, Pedro Paulo Bazana (PV) quer investir na educação de base para diminuição da possibilidade de crianças e adolescentes ingressarem na criminalidade. Bazana propõe a implantação do projeto ‘Câmera nos Bairros’, com a integração das Forças de Segurança com as lideranças dos bairros. Ele ainda propõe a construção de nova sede e renovação da frota da GM.

O candidato Valdecir Oliveira (PRTB) quer construir uma nova sede para a Guarda Municipal. “A nova sede terá tudo para ajudar na especialização desse guarda, com serviços de atendimentos de apoio físico e psicológico”, pontua. Ele pretende realizar novo concurso para contratar mais guardas em Arapongas. Valdecir apresenta proposta de câmeras em locais sensíveis do município com central preparada e atuação junto ao Conselho Municipal de Segurança, além de maior integração entre as forças de segurança da cidade.

Para Waldyr Pugliesi (MDB), o mapeamento das áreas de risco é primeiro passo para se poder implementar ações na área da segurança. A partir deste estudo, será possível estabelecer metas e ações para a redução da criminalidade no município. “Mesmo sabendo que a segurança é uma obrigação do Estado e não do município, a prefeitura deve fazer o que estiver ao seu alcance para garantir a integridade da população. Por isso, vamos investir em câmeras e drones”, diz. Ele também quer aumentar o efetivo da Guarda Municipal e investir no aparelhamento e treinamento.

Da Redação

Deixe seu comentário sobre: "Candidatos de Arapongas discutem a Segurança Pública do município"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.