Curisco na Política

Iluminação natalina em Apucarana

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Iluminação natalina em Apucarana

A Prefeitura de Apucarana não deve pagar parte do valor de mais R$ 500 mil para empresa vencedora do pregão e deveria entrar com uma ação de perdas e danos pelos prejuízos causados para o comércio e para cidade neste período de vendas. Os comerciantes das ruas Ponta Grossa, Osvaldo Cruz e da própria avenida Curitiba e shopping foram os grandes prejudicados. Fica muito fácil para empresa receber uma parte do pagamento e não responder nenhuma ação judicial.

continua após publicidade

O ‘inespricável’

A Prefeitura de Apucarana tem um funcionário que está em todas situações. Ele começou no setor de roçagem de terrenos, ali não foi feliz, mas foi promovido para uma sala ao lado do gabinete do prefeito para fazer vídeos para setor de comunicação. Também não conseguindo sucesso, a sua última tentativa foi com a iluminação de Natal. Com atraso da empresa responsável, o super funcionário foi escalado para ir para capital do estado e resolver o problema junto a empresa em São José do Pinhais. Ao todo, foram cerca de dez dias, com diárias recebidas, e novamente não conseguiu sucesso em sua tarefa. O mesmo funcionário já pode pedir música no Fantástico depois três fracassos.

continua após publicidade

Vereador da Vila Reis

O vereador Toninho Garcia da Vila Reis, que chegou à Câmara Municipal de Apucarana como suplente, assumiu a vaga com a morte do vereador Pastor Valdir do PSL. Toninho já foi vereador por três vezes e estava fora da política, mas voltou para Câmara e está voltando a trabalhar pela Vilas Reis e toda cidade. Vereador experiente, Toninho que foi eleito pela oposição, hoje é um vereador independente e vota de acordo com sua vontade.

Tags relacionadas: #Apucarana #Blog #Política