Facebook Img Logo
  1. Banner
Maria e Assis
Maria e Assis

Entre a loucura, a neurose e o sonho de poeta

Luciano Souza de 25 anos, residente da Vila São Carlos na cidade de Apucarana ascendeu na cena do RAP regional em meados de fevereiro de 2014. Influenciado pelos clássicos do RAP “gangsta” e principalmente, segundo o próprio, pelos grupos e nomes do RAP Apucaranense, como o União Lado Torre, SULReal e entre outros, ele começou a dar mais atenção aos “rabiscos” que fazia nos cadernos, que até então não tinham formas de letras e que eram somente a expurgação dos seus sentimentos e pensamentos mais íntimos.

A “loucura” começou a tomar corpo quando começou a idealizar seu primeiro álbum solo (e com algumas parcerias) “Diário de um Louco”, no qual transborda suas implicações, reflexões, intrigas e especulações ante assuntos políticos e religiosos, abrangendo conteúdos de viés cultural periférico, sempre dispondo de seus conhecimentos prévios sem demais pretensões a não ser a de desenvolver suas rimas e exercitar pensamentos sobre temas diversos. 

Luciano tem vários projetos em parcerias com outros artistas que fazem RAP na região do interior paranaense, entre eles com produções do Mano Sombra de Arapongas (produtor da Forno Records que vem trabalhando com vários artistas de Arapongas e região), de Caim TSK (beatmaker de Apucarana, com trabalhos com bastante evidência Paraná a fora), Zibeats (beatmaker e integrante do grupo “Zi&Ras no Corre” de Apucarana) e com Bacuri (produtor do estúdio Avanti em Apucarana). Os artistas parceiros variam entre residentes de Apucarana, Mandaguari, Maringá e entre outras cidades, sempre em intercâmbio cultural, fomentando e produzindo em coletivo para estreitar relações entre as produções da região do Paraná.

(LNS autografando seus discos na apresentação do Sesc Apucarana. Foto: Maria Luiza Siqueira)

 
O ser social Luciano Souza tem alguns projetos nos quais incorpora “personagens” que ele idealiza como sendo a voz em suas letras. Em “Diário de um Louco”, Luciano se coloca como LNS, sigla que representa “Louco, Neurótico e Sonhador”, e, assumindo a postura deste “pseudônimo”, Luciano encarna as loucuras, expurga as neuroses e manifesta todos os sonhos que o seu inconsciente coletivo comporta, manifestando e expondo muitas de suas contradições, angústias, vislumbres e ideais que vão se incorporando ao personagem LNS.

Luciano, filtrado pela voz interna de LNS e segundo sua perspectiva, manifesta suas expressões em forma de mensagens de alerta para aqueles que estão dispersos da realidade e de suas missões em terra. Seu projeto com o LNS é um processo tríplice, formado por discos representativos de cada sigla do seu pseudônimo, que serão desenvolvidos durante sua carreira. O artista também tem idealizado outros projetos como o “Terroristas de Bombeta”, trabalhando o conceito árabe nas músicas, usando “samples” (recortes de músicas) árabes em consonância com o signo “Terrorista” que teve (após o famigerado “11 de setembro”) sua exposição como caractere dos “homens-bombas” e “kamikazes”.

Atualmente, LNS é parceiro da produtora Käfer, composta por Alisson Vinícius e João Vítor, onde juntos, produziram seis videoclipes e um lyric vídeo em um ano e meio de sinergia. Ele pretende seguir com as parcerias que constituiu ao longo de sua história, a fim de lograr todas as produções que vem idealizando com o RAP. O jovem rapper trabalha e dá o sangue pelos seus projetos, sempre de forma independente sem vínculos institucionais. Seus trabalhos estão todos na plataforma do YouTube e divulga também em sua página do Facebook.
Na sexta-feira (09), aconteceu o lançamento de seu primeiro álbum “Diário de um louco”, às 19h30 no Sesc Apucarana.

(Lançamento do disco “Diário de um louco”. Foto: Maria Luiza Siqueira)

 

Texto por Giovane de Assis e Maria Luiza Siqueira.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo.
Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Maria e Assis
Maria e Assis
Maria Luiza Siqueira, tem 21 anos é estudante de Letras Espanhol. Apaixonada por música e literatura, adora conhecer pessoas e viver novas experiências por meio da cultura.

Giovane de Assis tem 27 anos, é artista independente e estudante de Letras-Português na UNESPAR. Preza por estreitar os caminhos entre artistas e público, de modo que se promova ações culturais em foco da consolidação e ampliação dos horizontes voltados para o Vale do Ivaí.
×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber