Fluídos Positivos

Conheça os principais símbolos do Natal

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Os símbolos do Natal representam a magia dessa grande festa cristã. Por isso que quando chega dezembro, nossos olhos se deparam por eles espalhados por todos os cantos, trazendo alegria e beleza nessa data tão abençoada e esperada por nós.

continua após publicidade

VAMOS CONHECÊ-LOS ?

>Missa do Galo- é a missa celebrada na Véspera de Natal, que começa à meia noite do dia 24 para o dia 25 de dezembro, anunciando a vinda do Messias, filho de Deus vivo, "Jesus Cristo." Símbolo de nascimento e morte de Cristo, devido ao canto do galo, quando o apóstolo Pedro o negou ,antes da prisão do Mestre. 

continua após publicidade

>Estrela no topo da árvore - foi aquela ,que indicou aos reis magos, o local do nascimento de Jesus.

>Sinos de Natal - simboliza o anúncio do nascimento de Jesus.

>Velas - luz do nascimento de Jesus, que dissipam as trevas.

continua após publicidade

>Presépio- cenário do nascimento do Menino Jesus. O primeiro presépio foi montado na Itália, em 1223 por São Francisco de Assis.

>Anjos - representa a figura do Arcanjo Gabriel, anjo da Anunciação a Maria, sobre a vinda de Jesus.

>Bolas coloridas - simbolizam o fruto e a fartura.

continua após publicidade

>Árvore representada pelo pinheiro - por tradição essa planta indica fortaleza.

>Papai Noel - gesto de bondade do bispo Nicolau, que presenteava os necessitados.

continua após publicidade

>Guirlanda - sinal de boas vindas, penduradas nas portas das casas.

>Presentes de Natal - surgiu relacionado aos reis magos, que presentearam Jesus, com ouro(símbolo da realeza),incenso (símbolo da divindade), mirra (espécie de óleo, que usavam para untar o corpo das pessoas ,que passavam para o plano espiritual).

>Ceia de Natal - Mais do que um jantar com várias iguarias deliciosas, representam a confraternização e união familiar.

continua após publicidade

>Panetone- símbolo inusitado que não pode faltar nessa data. Criado em Milão na Itália, graças ao erro de um padeiro chamado Toni. Chegou ao Brasil, após a Segunda Guerra Mundial, pelos imigrantes italianos.

REFLEXÃO:

Enfim, o Natal é tempo de esperança e reflexão. Mas infelizmente, vivemos em um mundo materialista, onde o ter e o poder são os grandes alicerces dos nossos pensamentos ocultos.

Não quer dizer que  não podemos fazer mais nada. Sim, podemos comprar, vender, viajar, etc, mas temos que sempre dar um passo interno ,fazendo uma reflexão, principalmente nesta  data tão importante na história da humanidade.

Acrescentando, devemos tentar fazer uma auto análise da nossa vida interior, visando nossa evolução e  percepção da realidade que nos cercam. Tentar ver  um pouquinho os ensinamentos que os Grandes Mestres nos deixaram, mesmo que os olhos da nossa alma ainda estejam adormecidos.