Facebook Img Logo
  1. Banner
Paulo Cruz
Paulo Cruz

A Empresa e o Foco Em Resultados

Vivemos um momento de acirramento de crises financeiras iniciadas em 2008. O período de grande pressão em cima do empresariado e do empreendedor vem aumentando, uma vez que ele precisa ter bem claro sobre o que fazer e o que não fazer. Ao lado do que se deve fazer, certas ações e atitudes no caminho empresarial também não se devem tomar. A experiência é o grande sinalizador para não cair nos buracos da estrada empresarial. Retirar da vida empresarial aquilo que não se deve fazer e ampliar o foco naquilo que se precisa fazer, com simplicidade e clareza, pode ser o melhor caminho a seguir na busca de resultados.


Assim, porém, como a empresa precisa manter hábitos de rotinas saudáveis, como parte de seu código de conduta, ampliando seu grau de competência, a cada dia o empresário também precisa concentrar-se, cada vez mais, em seu objetivo de longo prazo, mantendo a clareza do que se deve fazer, olhando para sua experiência e alimentando seu aprendizado cada dia mais. Quem deseja sobreviver na crise precisa alinhar cada vez mais seus pontos de ação e aprendizado, de interação e de autocontrole de suas ações, porque é o foco que gera produtividade com positivos resultados.

O empresário precisa empreender ações certas nos momentos certos e precisos, a experiência e a intuição ajudam a perceber a importância de cada ação suficiente para cada momento vivido. O poder da ação com decisão clara é transformadora, potencializa a produtividade e mantém o foco no alcance das conquistas de longo prazo. O empresário precisa ter clareza de onde quer chegar, por meio de ação, correção e planejamento constante. Isso é uma ferramenta poderosa que faz com que as empresas trilhem no caminho certo, seu faturamento sequencialmente tende a se ampliar com consequente abertura de novos horizontes e oportunidades.

A crise está batendo à porta de todos, poucos estão ganhando dinheiro como antes. O caminho é manter-se fiel. Aprimorar cada dia mais suas ações e capacitações, atitudes firmes e definições para os ciclos futuros, são posturas que tendem a se aproximar do sucesso com maior decisão e certeza de conquistas. A possibilidade de sentar-se e chorar, reclamar pelo leite derramado, não vai ajudar a assegurar o foco necessário num ambiente adverso de crises. Disposição, decisão e confiança no propósito de decisão são fundamentais para avanços nos negócios. O empresário tem visão, sensibilidade e intuição dos passos a seguir, entretanto precisa nutrir este conjunto de fatores como uma lei de atração que tudo envolve e ilumina.

É um conjunto de fatores que vai assegurar a competitividade com a mesma intensidade de ações, que farão com que os resultados apareçam no final de cada ciclo. As ações precisam ter uma retroalimentação planejada, como uma rotina de padrões que se aperfeiçoam a cada ciclo. Quando a confiança se descola da rotina, os gargalos aparecem e os setores se desconectam, gerando problemas de contaminação, incerteza e retração dos resultados. As informações que chegam até os gerentes e subgerentes - para tomada de decisões da empresa - precisam encontrar a força para respostas dentro de um padrão claro de decisão orientada para o crescimento.

Como um canal de energia que está sempre fluindo e precisa liberar ações positivas com resultados melhorados, ações e resultados passam a ganhar cada vez mais energia e a impulsionar os ciclos e estruturas das empresas para novos ganhos potenciais. Resultados positivos alimentam planejamentos, ações e atitudes cada vez mais positivas e farão com que a empresa vença desafios cada vez maiores, saltando para novos padrões competitivos de mercado em seu setor.

Em grande medida é o padrão de decisão, que garante o foco, alimenta e traz parceiros para as grandes empreitadas empreendedoras que o empresário se propõe a realizar. A consagração de um padrão de ações bem definidas é que ajudam a manter o foco com resultados positivos. Por outro lado, o foco está intimamente relacionado com o padrão de ações que alimentam sucesso de grandes empreendedores, imprimindo um paradigma de ações vencedoras que seguem planejando agindo e reconfigurando-se, trazendo novos parceiros para novas ações, com a firme decisão de vencer a crise por meio da imposição de ações claras e bem definidas. Assim o empresário e empreendedor por natureza, passa a se educar para quebrar as limitações que antes tiravam seu foco, mas que agora potencializam seus positivos resultados.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo.
Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Paulo Cruz
Paulo Cruz
Doutor em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), professor do Departamento. de Economia da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), campus de Apucarana.
×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber