Facebook Img Logo
  1. Banner
Paulo Cruz
Paulo Cruz

A Empresa e Seus Recursos Humanos

Os recursos humanos são o que a empresa tem de mais precioso. A todo o momento ela está lidando com pessoas, por meio de compras, por meio de vendas e por meio da produção. Logo, administrar é estar o tempo todo se inter-relacionando com pessoas. O departamento de recursos humanos controla todo o pessoal, cada gerente é também um gestor de recursos humanos de sua equipe, de seu setor. Na busca de gerenciamento de recursos humanos, para que todos os setores funcionem em perfeita sincronia, cada departamento, cada setor da empresa, entrega para os demais setores, tudo quanto espera, precisa e deseja que seja entregue. A questão da produtividade aparece como ponto chave, pois a empresa precisa ser produtiva cada vez mais.

Com os avanços produtivos, a empresa consegue reduzir seus custos, ganhar novas áreas de mercado, participar do mercado internacional, sem ter que aumentar em grande proporção seu quadro de funcionários. Quanto mais a empresa aumenta o quadro, mais ela precisa trabalhar a questão da afinidade entre os departamentos, visto que quando as equipes se tornam maiores, o trabalho de gerenciar as equipes também precisa ser aperfeiçoado para que com equipes maiores não se perca a produtividade.

Outro fator importante existente é que os recursos humanos precisam trabalhar de forma satisfeita, pois empregado que trabalha infeliz na empresa, descontente com algo, subjugado e não valorizado em seu talento, deixa de ser produtivo. As empresas precisam tomar muito cuidado no momento da seleção, para encaixar as pessoas certas nos lugares certos, assim o funcionário terá condições de melhorar, desenvolvendo suas habilidades, produzindo mais, sendo mais parceiro de seus companheiros e de estar sempre à disposição de aprender mais. O funcionário ganha em experiência no dia a dia, aprendendo mais nos treinamentos da empresa; e, ganha aprendendo quando busca o aprendizado por sua própria conta. Torna-se um apaixonado por aquilo que faz e está sempre buscando aprender mais, seja no interior da empresa, ou distante dela.

Além da administração das equipes existentes, é papel do gerente e da equipe de recursos humanos estabelecer um plano de cargos e salários, um planejamento onde o funcionário tenha condições de crescer na empresa, podendo, até mesmo, começar como office-boy e terminar como presidente da empresa. Muitos profissionais abnegados e apaixonados por aquilo que fazem conseguem chegar a altos status. Para a empresa, isso é fantástico, porque é um exemplo de alguém que vestiu a camisa e foi amplamente valorizado. Exemplos como esse estão a todo o momento servindo de espelho para os demais funcionários, sendo um grande motivo para que todas as equipes se unam e busquem melhoria na produtividade, sabendo que também têm condições de melhorarem seus postos na empresa. Sabe-se que tudo isso representa um conjunto, pois um funcionário produtivo é um funcionário cooperador com os demais; está sempre buscando novos aprendizados e não tem medo do trabalho, buscando executar as tarefas sempre melhor.

Os recursos humanos ainda exercem a tarefa de promover a comunicação interna na empresa. Vai-se adaptando e melhorando suas formas de comunicação, melhorando o desempenho de setores - em detrimento de outras empresas onde nem tudo corre a contento -, remodelando-se e encontrando o próprio caminho. É necessário promover as comunicações - e o bom relacionamento - entre os funcionários, conduzindo reuniões, com tal fim, para se discutir problemas e se chegar a resultados. Discussões infrutíferas não resolvem e desestimulam os funcionários. É necessário discutir, estabelecer caminhos e metas e acompanhar o desenvolvimento de tudo o que foi acordado; e, por fim, tornar público aos funcionários os resultados alcançados. Estes ficarão cientes de que sugestões dadas foram importantes e contribuíram para novos resultados positivos. Tais procedimentos elevam a satisfação das equipes e as fazem estar sempre alertas quanto ao comprimento das obrigações emanadas das reuniões. Funcionam como um programa - de estímulos - motivacional, gerando propostas criativas intra-equipes, com os créditos sendo atribuídos aos funcionários criativos.

Ao lado de todo esse conjunto, as equipes de RH da empresa, ainda precisam avançar na questão da qualidade de vida de seus funcionários, seja na questão da saúde, do lazer, ou qualquer outra que envolva aqueles carentes de ajuda. A empresa deve disponibilizar condição de executar ações para melhoria da qualidade de vida de seus colaboradores. O decorrer da vida do funcionário na empresa passa por N situações. São fases que se vão alterando, seja na vida privada ou em suas operações produtivas.

Assim deve ser o olhar da empresa sobre todo o conjunto de seus trabalhadores. A empresa deve abrir-se e oferecer suportes individuais para seus trabalhadores. Quando o trabalhador recebe esse suporte individual - e o ajuda a melhorar sua qualidade de vida em N situações - torna-se capaz de desenvolver forças para atuar de forma cada vez mais abnegada, defendendo, com todo seu coração, as cores e os objetivos da empresa. Pode-se notar que a missão de Recursos Humanos é importantíssima, podendo definir os rumos e o sucesso da empresa, sua melhoria competitiva e seus avanços ao longo de sua história.

 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo.
Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Paulo Cruz
Paulo Cruz
Doutor em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), professor do Departamento. de Economia da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), campus de Apucarana.
×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber