Facebook Img Logo
  1. Banner
Rony Delgado Siqueira
Rony Delgado Siqueira

Sua empresa pode acabar em até 5 anos. Como? Onde? Por quê?

Mas eu sempre fiz isso minha vida toda e sempre funcionou!

Você já ouviu ou já falou isso, certo? E muito provavelmente quem falou isso já fechou seu negocio ou está “ruim das pernas”.

O fato é que hoje não é igual ontem e não será como amanhã.

Vamos a algumas constatações:


O UBER é a maior empresa de transporte de passageiros do mundo e não possui veículos em sua frota.


O ALIBABA, o gigante do varejo virtual mais valorizado do mundo, não possui produtos em seu estoque.


O FACEBOOK (FACEBOOK INSTAGRAM E WHATSAPP) maior empresa de mídia do mundo praticamente não produz conteúdo.


O AIR BNB é a maior empresa de hospedagem do mundo, mas não possui nenhum hotel.

Em todos esses casos os seus empreendedores pensaram fora da caixa, criaram um modelo de negócio que até então não existia e vivem ou viveram em um “oceano azul” de oportunidades, rentabilidade e vendas!

Eu sei que esses exemplos são de empresas mundiais e que às vezes isso parece muito distante de nosso dia a dia, mas será que é distante mesmo? Será que um taxista pensa isso? E um amigo que tem um pequeno e-commerce será que já sofre com o Alibaba no Brasil? E o Orkut, ainda lembram dele? E o Sr. José que tem uma casa no interior do Paraná no Brasil que tem sido alugada constantemente por um consultor de São Paulo que tem ficado na cidade...há! Ele alugou através do Air BnB!

Sim, não se engane, essas inovações estão presentes no nosso dia a dia e podem de forma muito rápida, impactar no que você faz hoje. Seja para o bem, ou seja, para o mau. Ainda não está convencido?


Vamos usar um exemplo da nossa realidade, mas que pode servir para você. Em 12 anos de agência vivenciamos muita coisa e tivemos que nos adaptar de tempos em tempos. O Mercado publicitário foi extremamente impactado, por exemplo, pelo facebook. 

Muitas agencias que tinham grandes contas onde seus clientes faziam muito investimento em veículos impressos ou televisão acabaram por direcionar muito de suas verbas para as mídias sociais o que impacta muitas vezes em uma redução de investimento que não sustentava as imensas estruturas que essas agências tinham. Como resultado, muitas agências de renome acabaram fechando ou encolhendo absurdamente.

Nos adaptar a esse novo mundo não foi fácil, adequação de equipe e treinamento, sistema, aumento da velocidade de criação e readequação de processos.
Dentro das redes sociais cada cliente possui 3, 4 até 5 públicos, que consomem cada uma um tipo de conteúdo, ou seja, para um cliente que criávamos mensalmente um anúncio para uma revista e agora utiliza as redes sociais como mídia principal, temos que gerar 3 conteúdos semanais, muitas vezes com adaptações para até 5 tipos de clientes, isso mesmo, 3 conteúdos  podem se transformar em até 15 anúncios.
Mas o fato é que sem as adequações e inovações ao longo dos anos, nada disso seria possível, e isso o que vem ocorrendo com as empresas!

Para saber mais, entre em contato conosco pelo website: www.delgadopublicidade.com ou pelo instagram @delgado_publicidade

 

 

 

 

 

 


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo.
Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Rony Delgado Siqueira
Rony Delgado Siqueira

35 anos, Casado, Publicitário, Diretor Nacional e Internacional da Agência Delgado Publicidade há mais de 12 anos, graduado em administração de empresas e pós- graduado em economia empresarial pela FECEA (Faculdade de Ciências Econômicas de Apucarana).

Atua no mercado de comunicação há 17 anos, sempre com foco no melhor atendimento, gestão e planejamento de contas e gestão interna de equipes, inovando e se antecipando às mudanças e renovações do mercado publicitário regional, nacional e mundial.

Foi Docente no Ensino Superior na UNOPAR, nos cursos de graduação em Publicidade, Marketing e Comunicação nos anos 2015 e 2016.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber