Facebook Img Logo
  1. Banner
Andrey Gonçalves
Andrey Gonçalves

Nascido para Matar

Existe um país, bem longe do nosso, em que pessoas estão morrendo sem motivo algum. Suas vidas estão sendo jogadas fora. O pior é pensar que somos nós que estamos atacando. O motivo desta guerra é muito confuso para mim, eu não o entendo  bem...

Muitos jovens, inclusive até alguns amigos meus, estão sendo intimados a se alistar. Imagina? Perder a juventude, talvez até morrer, em um país desconhecido, longe de casa, por um motivo que nem mesmo meu próprio país sabe me dizer? Para falar a verdade, estou com medo. Muito medo.

É o carteiro lá fora. Cada vez que ele vem eu fico mais preocupado. Minha Mãe está me chamando lá embaixo, disse que chegou uma carta para mim. É do exército...

Não chore, mãe, eu vou voltar... Eu prometo.

O país está em guerra. Cada vez precisa-se de mais recrutas. O Sargento Hartman treina seus comandados em níveis extremos. Do esforço físico à humilhação psicológica. Ele acredita que os fins justificam os meios e que, só desta forma, seus recrutas se tornarão fuzileiros de verdade e estarão prontos para a guerra no Vietnã.

O processo de treinamento destrói o “eu” de cada um. Seu individualismo, sua identidade, é totalmente dizimada. O indivíduo único que havia ali não existe mais. Mas o que fica? O que é construído no lugar? Uma máquina de matar. 

Depois de graduado, o Soldado Joker decide se incorporar na equipe de jornalismo dos fuzileiros, para que reporte ao país, direto do Vietnã, o caminhar da guerra. Nesse processo ele percebe que milhares de jovens estão perdendo suas vidas em um confronto sem “propósito”, onde nem eles mesmos sabem o porquê de estarem lutando, o porquê de estarem morrendo.

Dirigido por Stanley Kubrick, que possui em seu currículo 2001: Uma Odisseia no Espaço, Laranja Mecânica e O Iluminado, Nascido para Matar (Full Metal Jacket) é um drama de guerra americano, lançado em 1987, baseado no romance The Short Timers, de Gustav Hasford. 

Recebeu uma indicação ao Oscar, por Melhor Roteiro Adaptado. O elenco do filme conta com Matthew Modine, como Soldado Joker, Adam Baldwin, como Animal, Arliss Howard, como Soldado/Sargento Cowboy, Vicent D’Onofrio, como Leonard “Gomer Pyle” Lawrence e R. Lee Ermey, como Sargento Hartman. 

O filme nos fala dos bastidores da guerra e dos efeitos psicológicos que ela traz em todo que estão envolvidos. A individualidade dos soldados é destruída para que no lugar uma máquina de matar seja erguida – tema aliás muito frequente nos filmes de Kubrick, a transformação do homem em máquina, a perda de sua humanidade.

Nascido para Matar nos leva para o batalhão, para o campo de guerra e para a vida de cada um dos que estão sofrendo em batalha, tanto americanos quanto vietnamitas, e todas as consequências de uma guerra.

Com um roteiro muito bem adaptado, ótima trilha sonora, boas atuações, fotografia impecável, produção incrível e tantos outros aspectos -  já esperados em um trabalho de Kubrick – Nascido para Matar é filme de guerra como poucos, um clássico e obrigatório para todos os amantes do cinema.

Esqueça quem você é. Até o seu nome será esquecido. Tudo para que você não tenha nem passado e faça parte da corporação. Quase como se tivesse, realmente, nascido para matar. 


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo.
Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Andrey Gonçalves
Andrey Gonçalves
Andrey é redator publicitário, blogueiro, metido a desenhista e colecionador de hobbies desde 1991.
×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber