A Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) foi a vencedora na categoria Conservação de Água do 27.º Prêmio Expressão de Ecologia 2020-2019, com um projeto de pesquisa sobre algas tóxicas no reservatório Rio Verde, que fica em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. O anúncio do prêmio foi feito na terça-feira (21). Concorreram 164 projetos em 27 categorias.

O estudo feito pela Sanepar em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR) resultou num plano de gestão e manejo da Bacia do Rio Verde, com ações de preservação do meio ambiente e de controle da qualidade da água que impactam na vida de mais de 38 mil famílias (142 mil pessoas) no entorno.

O projeto teve início em 2008 a partir de uma demanda da Petrobras, depois de um episódio de proliferação de algas no reservatório da empresa em 2005. A barragem do Rio Verde foi construída na década de 1970 pela Petrobras com o objetivo de garantir água para a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar). Desde o final de 2015, o reservatório também é utilizado pela Sanepar no abastecimento do município de Campo Largo.

Intitulado “Projeto interdisciplinar sobre Eutrofização de Águas no Reservatório do Rio Verde”, o estudo teve a participação de 85 pesquisadores e 33 instituições que abordaram aspectos relacionados à qualidade de água, à disponibilidade e demanda hídrica, características físicas da bacia. Além do plano de gestão da bacia, também foram publicados teses, trabalhos e livros científicos sobre o tema.

Com investimentos de R$ 1,036 milhão da Petrobras, o projeto teve o envolvimento de 117 voluntários, representantes dos Municípios e comunidades da bacia. O Prêmio Expressão de Ecologia é a maior premiação ambiental do país no segmento empresarial com reconhecimento do Ministério do Meio Ambiente.