Tribuna do Norte Online
Saiba Agora
Últimas notícias
    Você está em

    Ivaiporã

    Campus regional da UEM em Ivaiporã completa 10 anos

  • Foto por Divulgação
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 23/05/2020 Editado em 23/05/2020

    O Câmpus Regional do Vale do Ivaí (CRV) da Universidade Estadual de Maringá (UEM), instalado em Ivaiporã comemora em maio 10 anos de existência, somando por volta de 120 estudantes matriculados e, até o momento, tendo formado 279 profissionais nos três cursos ofertados pela instituição:  educação física, história e serviço Social.

    Ivaiporã tem quase 32 mil habitantes, e a realidade local e regional passou a mudar para melhor a partir de 14 de maio de 2010, com a publicação do Decreto Estadual 7.106, que autorizou a criação do CRV. O credenciamento oficial, no entanto, só veio neste ano de 2020, pois até então o CRV era considerado uma extensão do câmpus maringaense. “Tradicionalmente já produzimos conhecimentos científicos com foco nas demandas da região do Vale do Ivaí, mas o credenciamento dá uma autonomia muito maior ao projeto político-pedagógico dos cursos”, ressalta Fernanda Errero, diretora do CRV.

    São 17 servidores técnicos-administrativos e 26 docentes, que trabalham com afinco para promover um ensino superior público, gratuito, de qualidade e que consiga suprir as necessidades da população do seu entorno. 

    Desejo antigo da UEM, de políticos e da sociedade, pelo menos desde 2005, como relembra Errero, o câmpus começou a ser concretizado em julho de 2010, quando houve o primeiro vestibular para os três cursos. De acordo com a diretora, “esse anseio partiu muito da região, extremamente carente e pouco desenvolvida, que necessitava de uma instituição de ensino superior de qualidade, com promoção de Ensino, Pesquisa e Extensão”.

    O câmpus de Ivaiporã tem área de 52.663,72 m². Seu complexo esportivo, cedido pela prefeitura em 21 de março de 2011, é formado por pista de atletismo, campo de futebol com medidas oficiais (o único da região) e o Ginásio de Esportes Sapecadão, o segundo maior do Estado do Paraná e local de realização não só de práticas esportivas, mas também das colações de grau da UEM.

    Doado pela prefeitura na mesma data do complexo esportivo e construído a partir de recursos financeiros do Governo do Paraná, no Bloco I-01 há a Biblioteca Setorial do Vale do Ivaí, oito salas de aulas, salas administrativas e de professores. Com ambientes climatizados e estrutura de multimídia, esse espaço didático-administrativo em Ivaiporã pôde ser inaugurado somente em 29 de outubro de 2018, tornando-se a sede própria do CRV, que até então funcionava no Colégio Estadual Barão do Cerro Azul.

     “Em dez anos de CRV, percebemos que avançamos. Passamos por problemas, mas temos uma estrutura conquistada após muito esforço das gestões anteriores da universidade, do câmpus e de políticos que acreditaram nesse projeto de câmpus e trouxeram verbas”, agradece a diretora.

     

    Foto: Reprodução
     

    FORMADOS

    Um dos quase 300 profissionais formados pela instituição  é Higor Barbosa Reck, 25 anos, formado em Educação Física em 2017 e atual mestrando do Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física (UEM/UEL). “Se tivesse que definir a importância deste câmpus em uma palavra eu escolheria ‘fundamental’. A partir de tudo que vivenciei nesta universidade sei o quanto ela pode transformar as pessoas em cultura, aprendizado, amizades, desenvolvimento profissional, valores morais, entre outras incontáveis experiências”, reflete ele – natural de Ivaiporã e que morou a maior parte da vida em Jardim Alegre (PR), cidades separadas por apenas 10 km.

    Desde 2014, Reck é membro do Grupo de Estudo em Bioquímica e Imunologia do Exercício (Gebimex) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que contribui para a saúde de diferentes perfis populacionais, inclusive por meio de parcerias com a Polícia Militar e a Prefeitura de Ivaiporã. Justamente por ser pesquisador que atua diretamente em favor da sociedade, o educador físico percebe que o CRV impacta para muito além das vidas dos acadêmicos. “A comunidade ao redor se beneficia, pois em cada um dos três cursos de graduação existem projetos de pesquisas, grupos de estudos e desenvolvimento de trabalhos visando benefício dela. Neste aniversario de dez anos, não só Ivaiporã, mas o Vale do Ivaí inteiro tem que comemorar, porque os benefícios deste câmpus são imensuráveis”.

     


    Quadro de artista participou de exposição em Dubai

    Quadro de artista participou de exposição em Dubai

    TNTV

    Quadro de artista participou de exposição em Dubai

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!

    Deixe seu comentário sobre: "Campus regional da UEM em Ivaiporã completa 10 anos"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    Principais matérias