Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ivaiporã parcela dívidas de impostos em até 18 meses

Loading...

REFIS 2017

Ivaiporã parcela dívidas de impostos em até 18 meses

Projeto de lei encaminhado pela prefeitura institui Programa de Regularização Tributária. Foto: Assessoria

A Prefeitura de Ivaiporã enviou para a Câmara de Vereadores projeto de lei que institui o Programa de Regularização Tributária (Refis 2017). A proposta autoriza o Executivo a oferecer descontos de até 80% sobre os juros e a multa aos contribuintes em atraso com o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), contribuição de Melhorias e das receitas diversas (vencidos até 31 de dezembro de 2016) em até 18 parcelas mensais. O prazo para a adesão ao Refis será de 1º de agosto a 28 de outubro. 

A secretária de Planejamento de Ivaiporã, Carine Daiane Silva, explica que neste ano os descontos são 10% a mais que no ano passado. Para quem optar pelo pagamento à vista, a Prefeitura concederá um desconto de 80% sobre os juros e a multa relativos ao imposto. 

“Para pagamento em até seis vezes, a redução será de 60%”, assinala.  Segundo Carine, o projeto de leis traz ainda outras permissões em relação ao Refis/2016. “Se for aprovado, os parcelamentos acima de 6 vezes, que até o ano passado não ofereciam descontos, neste ano terão redução de 10% sobre os juros e a multa”. Na hipótese de inadimplência em qualquer vencimento, o parcelamento se torna nulo.

Regularização
Para o prefeito Miguel Amaral (PSDB), o incentivo é uma forma de o contribuinte em atraso com os tributos regularizarem a situação com o Município. “Tem muita gente que quer regularizar a situação com a Prefeitura, já que o ivaiporãense gosta de andar com as contas em dia. Acredito que com esse incentivo fica mais fácil para todos”, argumenta Amaral. 

O projeto de lei enviado pelo Executivo na semana passada seria votado ontem à noite em primeira discussão na Câmara de Vereadores. O presidente do Legislativo Municipal, Nando Dorta (PHS), acredita que o projeto em análise na Comissão de Legislação e Finanças não terá dificuldades para ser aprovado pelos vereadores. “É um projeto que só tem a beneficiar tanto os contribuintes quanto a Prefeitura”, observa Nando Dorta.


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias