Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Golpista é preso após se passar por funcionário de jornal para receber pagamento

Loading...

ESTELIONATO

Golpista é preso após se passar por funcionário de jornal para receber pagamento

Estelionatário se passou por funcionário da Tribuna do Norte em Arapongas. Foto: Divulgação

Um golpista foi preso na terça-feira (14), após se passar por funcionário de um jornal impresso para tentar receber o pagamento da assinatura, em uma paróquia no município de Flórida, na região de Maringá. Fato semelhante ocorreu na última sexta-feira (10) em Arapongas, e a suspeita é que os crimes tenham sido praticados pela mesma pessoa.

 De acordo com informações da secretaria, a paróquia Santo Antônio de Pádua estava recebendo várias ligações para a renovação de assinatura em nome do jornal O Diário quando na segunda-feira (13) o estelionatário conseguiu falar com o padre responsável e agendou um dia e horário para receber o valor de R$ 349,90.

Contudo, os funcionários acharam a cobrança um tanto estranha, pois o valor era bem maior do que o estipulado no contrato de assinatura - que ainda não havia vencido - e o pagamento, até então, era feito mensalmente em uma casa lotérica.  Foi então que uma funcionária decidiu verificar diretamente com o setor financeiro da empresa e descobriu que a paróquia era alvo de um golpista.

A funcionária ligou para a Polícia Militar e orientada, combinou um horário para o pagamento. Walter Lins dos Santos, 52 anos foi preso ao chegar na paróquia.

Semelhança
Em conversa com o TNOnline, a funcionária da paróquia Santo Antônio de Pádua disse que viu a reportagem sobre um estelionatário que se passou por funcionário do jornal Tribuna do Norte em uma igreja de Arapongas e acredita que Pádua seja o autor, pela semelhança física e também no modo em que o crime ocorreu. 

“Eu vi as fotos e as características repassadas pela funcionária são as mesmas. E além disso, ele também me ofereceu uma coletânea do Padre Zézinho, assim como fez em Arapongas”, comenta.

Conforme informações do site O Diário, Pádua possui mandado de prisão expedido em Goiás pelo mesmo crime. Ele teria confessado ainda que tentou aplicar golpes do Distrito de Iguatemi, em Maringá.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias