Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Polícia prende criminoso que matou taxista 

Loading...

RESULTADO DE INVESTIGAÇÃO

Polícia prende criminoso que matou taxista 

Adrianinho durante depoimento na 54ª Delegacia Regional de Polícia (Foto/Ivan Maldonado)

Investigadores da Polícia Civil com apoio de policiais do Destacamento da Polícia Militar (DPM) de Jardim Alegre prenderam na manhã de ontem (17), Adriano Ribeiro, 30 anos, conhecido como Adrianinho. Ele é acusado de junto com Tiago do Espirito Santo Rodrigues, 28 anos, de assaltar e matar o taxista de Faxinal, José Maria de Castro, 72 anos, na última sexta-feira (12). Outro homem de 37 anos que estava de posse dos celulares do taxista também foi preso.

Adrianinho estava foragido desde a segunda-feira (15), quando foi preso o comparsa dele, Tiago. Segundo o delegado o Adrianinho confessou ser o autor das pedradas e contou detalhes do crime. “Não resta qualquer dúvida do envolvimento dos dois no latrocínio. Foi o Adrianinho quem pegou o taxi em Faxinal. No meio do caminho ele simulou que queria ir ao banheiro, ligou para o Tiago e tramaram o roubo”, assinala Dante.

Para levar o taxista para a estrada da balsa, onde o crime ocorreu, Adrianinho convenceu o taxista Castro que iria comprar um Volkswagen . “Quando chegaram em Jardim Alegre, pegaram o Tiago na casa dele e seguiram ao suposto local onde o Fusca estaria”. No lugar onde o crime ocorreu, após descerem do carro eles anunciaram o assalto. “Foi quando a vitima tentou sacar um canivete da cintura e Adriano reagiu arremessando uma pedra contra a cabeça do taxista que caiu desmaiado. Friamente, o Adrianinho desferiu mais três pedradas matando a vítima”, relata Dante.

Após o crime, eles retornaram para Jardim Alegre e passaram o carro roubado para o Leandro Ribeiro Coutinho, 22 anos. “Tanto o Adrianinho como o Tiago são usuários de drogas e trocaram o carro por uma porção de crack no valor de R$ 2.5 mil”. Coutinho foi preso junto com três adolescente na cidade de Lidianópolis, um dia depois do latrocínio.

A polícia também prendeu ontem em Jardim Alegre por receptação, o pedreiro Pedro Pereira de Oliveira, conhecido  como Melão. “Ele recebeu o celular do Adrianinho e depois que ficou sabendo que era produto de crime escondeu em uma mata. Ele disse que não pagou pelo produto e tinha recebido do Adrianinho apenas para que os celulares fossem formatados. Mas, independente disso ele está sendo autuado em flagrante pelo crime de receptação”, completa Dante.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 03/12

ALTAIR RAIMUNDO DE SOUZA, 46 anos
AMADEU FERNANDES, 58 anos

ARAPONGAS 02/12

DAVI DE SOUZA, 54 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1881 · 30/11/2016

03 10 30 44 53 56