Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Região de Apucarana tem 1,7 mil motoristas com a habilitação suspensa

Loading...

TRÂNSITO

Região de Apucarana tem 1,7 mil motoristas com a habilitação suspensa

Dados do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) apontam que as três maiores cidades da região registraram, juntas, 1,7 mil suspensões de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) em 2015. No entanto, tanto os registros de cassações quanto os de suspensões de CNHs caíram em 2015, no comparativo com o ano anterior. Mas os números continuam altos, o que faz com que as autoridades continuem em alerta para os problemas de trânsito.

No somatório de Apucarana, Arapongas e Ivaiporã, foram 1.700 carteiras de habilitação suspensas em 2015, uma redução de 1,79% em comparação com o ano anterior. Em 2014, o número ficou em 1.731. Já o número de CNHs cassadas ficou em 179 em 2015. Em 2014, esse número ficou em 193. Com isso, o ano passado registrou queda de 7,25%. Só em Apucarana, o número de suspensões caiu 6,32%, indo de 759 em 2014 para 711 em 2015. As cassações cairam ainda mais, chegando a 19%. O número, que era de 105, ficou em 85 no ano passado.

O sargento da Polícia Militar (PM) de Apucarana, Daniel Rodrigo de Souza, explica que são várias as motivações para os condutores terem as carteiras cassadas ou suspensas. No entanto, ele ressalta que o álcool tem sido um dos fatores principais na região.

“A mistura do álcool e da direção, que é tão perigosa, é um das maiores causas para o motorista perder a carteira. Nós fazemos blitzes diárias no intuito de coibir esse tipo de prática. A PM está trabalhando para tornar as ruas cada vez mais seguras, mas o cidadão precisa fazer a sua parte”, diz. Segundo ele, o número pode ter caído, mas ainda preocupa. “O número de pessoas que tiveram a carteira cassada ou suspensa continua alto. A imprudência dos motoristas acaba levando a isso, o que provoca uma situação ainda mais grave, que é o fato de que o Brasil é o líder em mortes no trânsito. Precisamos urgentemente reverter esse quadro”, destaca. ARAPONGAS Em Arapongas, a variação foi tímida.

Em 2014 foram 726 carteiras suspensas. No ano seguinte, três documentos a menos, queda de 0,41%. Já as cassações, que ficaram em 55 em 2014, foram 56 em 2015, alta de 1,82%. Em Ivaiporã, tanto suspensões quanto cassações aumentaram. Foram 246 carteiras suspensas em 2014 contra 266 em 2015, crescimento de 8,13%. As cassações subiram 15%, indo de 33 e chegando a 38.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 10/12

IZAURA FERREIRA DE ANDRADE, 70 ANOS

ARAPONGAS
CLÁUDIO SILVA, 88 ANOS

IVAIPORÃ
VALDETE CORDEIRO PEREIRA, recém-nascida
MIRIAM PEREIRA DE LIMA, 70 ANOS
CLÓVIS DE ALCÂNTARA BRASIL, 53 ANOS

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MEGA SENA

CONCURSO 1884 · 10/12/2016

01 04 23 32 38 59