Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Líderes orientam bancadas sobre como devem votar

Loading...

POLíTICA

Líderes orientam bancadas sobre como devem votar

TALITA FERNANDES, DANIEL CARVALHO E JOSÉ MARQUES

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Por volta das 16h30, líderes dos partidos começaram a fazer as orientações para a votação da denúncia por corrupção passiva do presidente Michel Temer.

A previsão do líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), é de que essa etapa dure uma hora. Diante disso, espera-se que a votação tenha início por volta das 17h30.

O primeiro a falar foi Arthur Lira (AL), líder do PP, que encaminhou o voto da bancada pela aprovação do relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) pela rejeição da denúncia.

PSDB

O líder do PSDB na Câmara, Ricardo Tripoli (SP) disse que a orientação para que a bancada vote a favor da denúncia foi para marcar posição. "Fui solicitado pela bancada que tinha que ter posição", disse Tripoli.

Ele disse ter conversado sobre o posicionamento com o presidente tucano, Tasso Jereissati, mas negou ter conversado com o senador Aécio Neves (MG) ou com o presidente Michel Temer.

Tripoli afirmou que, depois da revolta de parte da bancada tucana, tomou café com o ministro tucano Bruno Araújo (Cidades) e com o deputado Paulo Abi-Ackel (MG), autor do parecer contra a denúncia.

BOLSONARO

De saída do PSC, partido da base de Michel Temer, o deputado Jair Bolsonaro (RJ) disse, antes do início da orientação dos líderes, que "se decepcionou" com o governo ao ver as imagens do ex-assessor do presidente Rodrigo Rocha Loures correndo com uma mala de dinheiro.

"A gente se decepciona com gente querida. Esposa, filho, pai. Por que não vai se decepcionar com uma imagem daquelas?", afirmou.

O deputado pretende votar a favor da continuidade da denúncia, mas diz que o "governo jogou pesado aqui para ganhar voto no parecer".

"Alguns falam que pela governabilidade temos que engolir Temer. Não", afirmou. Segundo ele, "pelas imagens" vai ser difícil o presidente se defender também no Supremo Tribunal Federal, caso a denúncia passe pela Câmara.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias