Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Novo avião da FAB faz o primeiro voo na Suécia

Loading...

POLíTICA

Novo avião da FAB faz o primeiro voo na Suécia

WÁLTER NUNES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A empresa sueca de defesa e segurança Saab divulgou nesta quinta (15) que o primeiro voo do caça Gripen E foi bem-sucedido. Em outubro de 2014 o governo brasileiro fechou um contrato de US$ 5,4 bilhões para a compra de 36 caças Gripen da nova geração com a fabricante europeia.

A aeronave saiu do aeródromo da Saab em Linköping, na Suécia, e voou sobre as partes orientais de Östergötland por 40 minutos. Durante o voo, pilotado por um piloto de testes, a aeronave realizou uma série de ações para demonstrar vários critérios de teste, incluindo a retração e a extensão do trem de pouso.

"O voo foi exatamente o esperado, com o desempenho da aeronave combinando a experiência em nossas simulações. Seu desempenho de aceleração é impressionante com um bom manuseio", disse Marcus Wandt, piloto de teste da Saab. O Gripen E pode alcançar a velocidade de 2.200 quilômetros por hora. Ele carrega quatro misseis e tem autonomia 50% maior do que as versões anteriores.

Os executivos da empresa comemoraram o desempenho do Gripen E. "Hoje [quinta] esse caça de classe mundial voou pela primeira vez. Nós conseguimos isso com o software totalmente qualificado para o revolucionário sistema de aviônica. Trata-se de dar aos nossos clientes um sistema de combate inteligente com o futuro projetado desde o início" disse Jonas Hjelm, vice-presidente sênior e chefe da área de negócios Saab Aeronautics. "As atividades de teste de voo continuarão a desenvolver essa conquista com o programa no caminho certo para alcançar o cronograma de entrega de 2019 para nossos clientes suecos e brasileiros."

Além do Brasil, o governo da Suécia também encomendou 60 unidades do caça. O acordo entre a fabricante sueca e o governo brasileiro prevê que haja transferência de tecnologia para a indústria brasileira. Parte do lote de caças será produzida pela Embraer na unidade de Gavião Peixoto (SP).

Pela primeira vez em 75 anos a Força Aérea Brasileira terá em sua frota caças com tecnologia compatível com o que há de mais moderno no mercado de defesa. A capacidade de combate e alcance operacional do Gripen E faz com que a aeronave possa cumprir a mesma missão em que seriam necessários quatro caças F-5 Tiger, o avião de combate mais rápido em serviço no Brasil.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias