Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Câmara instala Conselho de Ética sob acusação de blindar alvos da Lava Jato

Loading...

POLíTICA

Câmara instala Conselho de Ética sob acusação de blindar alvos da Lava Jato

RANIER BRAGON

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A Câmara dos Deputados elegeu na noite desta terça-feira (11) como novo presidente do Conselho de Ética o deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), que já assume sob a acusação de que foi escolhido para blindar os alvos da Operação Lava Jato.

O Conselho é o órgão responsável por dar o parecer sobre os eventuais pedidos de cassação do mandato dos parlamentares suspeitos de envolvimento no esquema.

O placar foi apertado. 11 votos para Elmar contra 9 para Sandro Alex (PSD-PR).

"O movimento ocorrido nas últimas horas com essa candidatura posta é o de claramente criar uma blindagem nos próximos dois anos a componentes da Câmara dos Deputados", Sandro Alex (PSD-PR), que foi vice-presidente do Conselho nos dois últimos anos, ainda antes da eleição.

O movimento a que ele se refere é a indicação pelo DEM de Elmar no lugar de Marcos Rogério (DEM-RO), até então candidato à presidência do Conselho.

Segundo Alex, o próprio Elmar Nascimento o procurou afirmando que sua candidatura foi resultado de um pedido de deputados para que ele fosse para o Conselho e "resolvesse as coisas" no sentido de proteger colegas.

"A divulgação da lista [do STF] influenciou essa votação e favoreceu o espírito de corpo, incluindo o PT, que votou fechado no Elmar", disse o deputado Julio Delgado (PSB-MG).

Elmar é correligionário e amigo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), um dos que tiveram o pedido de investigação autorizado pelo ministro Edson Fachin.

Elmar também era um dos deputados que o grupo do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), hoje preso, dizia contar como aliados. "O deputado Elmar no passado acolheu recurso de Cunha para anular o trabalho do Conselho que agora preside. Disse pessoalmente a ele que ele vai ter que provar na prática sua independência", afirmou Chico Alencar (PSOL-RJ).

BÍBLIA

O novo presidente do Conselho de Ética nega a suposta operação de blindagem e diz que sua "bíblia" será a Constituição e o regimento interno da Câmara. "Isso é impossível, não há possibilidade de qualquer tipo de blindagem", afirmou.

Elmar afirmou, porém, que para abertura de um processo de cassação não é suficiente a citação em uma lista.

"É preciso saber o conteúdo, saber o que tem lá, se tem fundamento", afirmou antes mesmo do resultado da eleição.

Um dos integrantes do Conselho, Cacá Leão (PP-BA), está na lista de Fachin. O colegiado têm 21 integrantes titulares.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias