Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pedro Barusco é advertido por falhas em tornozeleira eletrônica

Loading...

POLíTICA

Pedro Barusco é advertido por falhas em tornozeleira eletrônica

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Justiça Federal do Paraná expediu uma advertência ao ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, que é delator da Operação Lava Jato, sobre falhas no uso da tornozeleira eletrônica.

O monitoramento do dispositivo apontou quatro falhas de fim de bateria em janeiro e fevereiro -uma delas por um período de mais de quatro horas.

Em uma das ocasiões, Barusco disse ao plantão judiciário que dormiu utilizando uma bateria extra e que, pela manhã, ao tomar banho, percebeu que a energia havia acabado sem que percebesse.

O Ministério Público Federal pontuou que o apenado tem obrigação de carregar diariamente a tornozeleira.

Em despacho assinado na última quinta (2), a juíza federal substituta Carolina Moura Lebbos escreveu que a "ausência de zelo" do apenado em relação à manutenção do dispositivo pode caracterizar um descumprimento do compromisso assumido pelo réu.

Porém ela escreveu ainda que não houve, naquelas ocasiões, "prejuízo ao controle geográfico do apenado".

Barusco foi um dos primeiros a fechar acordo de delação na Lava Jato, ainda em 2014, e foi condenado em diversas ações penais da operação. Ele nunca ficou preso em regime fechado e se comprometeu a devolver US$ 97 milhões aos cofres públicos.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias