Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cotado para Justiça, Velloso tem encontro reservado com Temer

Loading...

POLíTICA

Cotado para Justiça, Velloso tem encontro reservado com Temer

GUSTAVO URIBE E MARINA DIAS

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Cotado para o comando do Ministério da Justiça, o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Carlos Velloso teve um encontro reservado nesta terça-feira (14) com o presidente Michel Temer.

O magistrado foi levado ao Palácio do Planalto pelo presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, entusiasta da indicação do nome do ex-ministro da Suprema Corte.

Segundo a reportagem apurou, o encontro teve como objetivo aproximar Temer de Velloso para uma eventual nomeação para o cargo, que ficou vago com a indicação de Alexandre de Moraes para o STF.

O nome de Velloso ganhou força para o cargo após a revelação de que o deputado federal Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) criticou no passado o Ministério Público.

O encontro entre Velloso e Temer foi costurado no final de semana, em almoço entre o presidente e tucanos. Na reunião, segundo relatos, Temer afirmou que Pacheco, defendido pela bancada peemedebista, não tem força jurídica para a função.

O presidente também considerou que Velloso, por ser mineiro, poderia ser uma opção para agradar a bancada do PMDB de Minas Gerais, que reivindica espaço na Esplanada dos Ministérios.

Para evitar um novo desgaste de imagem, o presidente definiu que não indicará ao Ministério da Justiça um nome que tenha feito qualquer crítica à Operação Lava Jato ou à atuação do Ministério Público.

Em conversas reservadas, o peemedebista afirmou que "não pode errar" na escolha do novo ministro e avalia pedir um pente-fino ao setor de inteligência do governo federal sobre o histórico dos cotados para evitar surpresas na indicação.

Além Velloso, os principais cotados para a função são o professor da USP (Universidade de São Paulo) Paulo Henrique Lucon e o ex-ministro da corte Cezar Peluso.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias