Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pimentel usa helicóptero para buscar filho após Réveillon e gera críticas

Loading...

POLíTICA

Pimentel usa helicóptero para buscar filho após Réveillon e gera críticas

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), usou um helicóptero do Estado para buscar o filho após uma festa de Réveillon em Escarpas do Lago, que pertence ao município de Capitólio, que faz parte do complexo de cidades que ficam às margens do Lago de Furnas. Em vídeo divulgado em redes sociais, o petista aparece cumprimentando amigos do filho antes de conduzi-lo para a aeronave.

Pimentel afirmou em sua página oficial no Facebook que o uso da aeronave é legal. Ele disse que foi para Escarpas do Lago passar o dia com o filho. Mas, no trajeto, foi informado de que ele não passava bem, motivo pelo qual apenas o buscou para retornar a Belo Horizonte.

"Neste domingo, dia 1º, fui a Escarpas do Lago, pela manhã, de helicóptero, com a intenção de ficar o dia lá, com meu filho, que passara o Réveillon na casa de amigos. Ainda no voo de ida, ele comunicou-se comigo, dizendo que não se sentia bem, e perguntava se não me incomodaria voltar mais cedo com ele para BH, em vez de almoçar lá. Obviamente, eu concordei e voltamos juntos, logo após o pouso, ainda pela manhã", afirmou ele.

O autor do vídeo, não identificado, relata que o filho estava "agarrado na cachaça", "passou a noite na gandaia", sugerindo que estivesse de ressaca após a festa de Réveillon.

Nota da Superintendência de Imprensa do governo de Minas Gerais afirma que decreto estadual de 2005 prevê que o governador utilize helicópteros oficiais "em deslocamentos de qualquer natureza".

Para Pimentel, o decreto faz com que o voo não seja "nenhuma novidade, nada ilegal ou irregular". "O deslocamento do governador em aeronave está previsto em lei, e o uso é regulado por decreto de 2005. Nenhum desses dispositivos foi infringido no mencionado voo", disse ele.

"Os ataques fazem parte dessa campanha insidiosa, de um pequeno setor da oposição, que conhece perfeitamente a lei e o decreto de que falei, e que, a todo o tempo, tenta atrapalhar e prejudicar o Estado, em vez de ajudar a unir os mineiros no enfrentamento da crise", afirmou.

O governador declarou que vai processar o deputado estadual Sargento Rodrigues (PDT), que o criticou nas redes sociais, por "calúnia, difamação e falsa acusação de crime".

Pimentel decretou no início da dezembro calamidade financeira no Estado e pediu urgência para que a Assembleia Legislativa aprecie o pedido.

O caso de Pimentel se assemelha ao do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, que usou aeronaves do Estado para ir à sua casa em Mangaratiba. Além do governador, babás, filhos, amigos e até o cachorro da família foram transportados nas aeronaves oficiais.

Após a divulgação dos fatos, Cabral afirmou que deixaria de usar as aeronaves para seu deslocamento diário de casa para o Palácio Guanabara, sede do governo. Contudo, defendeu o uso dos helicópteros para ir a Mangaratiba, por questões de segurança.

O Ministério Público do Rio arquivou investigação sobre o caso.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 23/01

Nelson Gregório, 71 anos

MARILANDIA DO SUL 23/01

Generosa Pereira do Nascimento, 88 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1896 · 21/01/2017

03 06 14 15 21 25