Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Prisão de Cunha foi cumprida na garagem do prédio do ex-deputado

Loading...

POLíTICA

Prisão de Cunha foi cumprida na garagem do prédio do ex-deputado

- Atualizado em 19/10/2016 23:11

CAMILA MATTOSO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ex-deputado Eduardo Cunha estava em seu apartamento quando a primeira equipe da Polícia Federal chegou, por volta das 13h desta quarta (19), de acordo com informações dos seguranças do prédio onde ele mora, em Brasília.

Segundo os funcionários, dois agentes se apresentaram na portaria, com mandados de prisão e busca e apreensão em mão, e avisaram que subiriam na casa do ex-deputado. Uma policial ficou no térreo.

Ainda segundo a versão dos seguranças, um dos advogados de Cunha, chamado Álvaro, que faz parte do escritório de Ticiano Figueiredo, chegou no prédio 20 minutos antes da PF. Ele se identificou, perguntou se havia acontecido alguma operação e subiu pelo elevador.

Outro carro da polícia chegou pouco depois da primeira equipe. O ex-presidente da Câmara demorou poucos minutos para descer junto com os agentes. Eles foram direto para o subsolo, onde o carro da PF entrou para pegar todos.

Os porteiros acompanharam todos os movimentos por uma televisão que exibia imagens de câmeras internas. Eles disseram que Cunha não saiu do apartamento nenhuma vez nesta manhã.

Segundo a PF, o cumprimento ocorreu na garagem do edifício e que Cunha estava acompanhado do advogado.

De acordo com informações obtidas pela reportagem, a faxineira e o motorista estavam na casa.

Segundo apuração, Cunha recebeu duas visitas antes da PF chegar: Paulinho da Força e Henrique Alves.

Os seguranças informaram que Claudia Cruz, mulher do ex-deputado, não estava em casa no momento.

O advogado de Cunha, Ticiano Figueiredo, deu à reportagem a mesma versão que os seguranças do prédio. Ele disse que Cunha estava em casa no momento da prisão e que não havia saído de casa antes da chegada da PF. Afirmou também que a operação ocorreu de maneira tranquila e que os agentes foram "educados" com ex-deputado.

FAMÍLIA

Cláudia Cruz, mulher do ex-deputado, também estava em Brasília quando o marido foi preso. Ela não foi alvo de nenhuma medida cautelar expedida por Moro.

Segundo pessoas próximas à família, ela ainda não sabe se visitará o marido em Curitiba, para onde ele foi levado após a prisão. Isso dependerá dos horários e de onde ele vai ficar.

Cunha estava se preparando para se entregar a PF em Brasília quando os policiais chegaram em seu apartamento para prendê-lo, segundo pessoas que o acompanharam. Ele foi informado que nesta manhã a PF o procurou em sua casa, no Rio, por isso estava se preparando para se apresentar.

As visitas aos presos da carceragem da PF do Paraná acontecem todas as quartas-feiras.

Cláudia Cruz pretende voltar para o Rio para ficar com a família.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 05/12

YOSHIMATSU NIKI, 99 anos

SULINA ANTONIA DA SILVA, 82 anos

JOSE BECEL, 80 anos

APUCARANA 04/12

ONOFRE CIUFFI, 78 anos
TEREZINHA ARAUJO SOARES, 69 anos
ANGELINA MENEO PALUSSIO, 91 anos 
DIONISIO REMES, 60 anos
NATIMORTO, 0 anos
LINDOLFO HEINZ, 72 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41