Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Na Lava Jato, ex-senador Gim Argello é condenado a 19 anos de prisão

Loading...

POLíTICA

Na Lava Jato, ex-senador Gim Argello é condenado a 19 anos de prisão

ESTELITA HASS CARAZZAI

CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - O ex-senador Gim Argello, preso na Operação Lava Jato, foi condenado a 19 anos de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e obstrução à investigação.

A sentença foi dada nesta quinta-feira (13) pelo juiz Sergio Moro. Cabe recurso.

Argello, que era filiado ao PTB, é acusado de pedir dinheiro a empresários para evitar convocações e abafar conclusões do relatório final da CPI da Petrobras, em 2014.

Durante o processo, dois empresários admitiram ter pago propina a Argello: Leo Pinheiro, ex-presidente da OAS, e Ricardo Pessoa, sócio da UTC.

Os valores foram pagos, segundo os depoimentos, por meio de doações eleitorais oficiais e de uma transferência a uma igreja no Distrito Federal, base eleitoral de Argello.

Os dois empresários também foram condenados, pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e obstrução à investigação.

Pinheiro foi sentenciado a 8 anos e 2 meses de prisão.

Já Pessoa e seu sócio na UTC, Walmir Pinheiro Santana, também condenado, fizeram um acordo de delação premiada, e por isso não cumprirão penas além das que já foram previstas no acordo.

Os assessores do ex-senador, Paulo Cesar Roxo e Valério Neves Campos, que também eram réus, foram absolvidos por Moro, assim como o filho de Argello, Jorge Afonso Argello Júnior, e os ex-executivos da OAS Roberto Zardi Ferreira e Dilson de Cerqueira Paiva Filho.

O juiz entendeu que não havia provas suficientes para condená-los.

OUTRO LADO

O ex-senador sempre negou irregularidades. Em depoimento a Moro, no final de agosto, chorou e disse estar sendo vítima de "vingança".

"Eu não fui desonesto. Não pedi propina para ninguém, não pedi vantagem indevida a ninguém. Eu pedi doação eleitoral dentro da lei", afirmou, na ocasião.

A reportagem ainda não conseguiu contato com a defesa dos demais acusados.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 21/02

CARLOS FRANCISCO DA SILVA, 57 anos
JECYR MASTRO, 91 anos
DULCINEIA RODRIGUES, 37 ANOS
MARIA DE FÁTIMA DA SILVA, 63 ANOS

IVAIPORÃ
ADON SCHMIDT DE OLIVEIRA, 63 ANOS

JANDAIA DO SUL 21/02

GERALDA GARCIA DE OLIVEIRA, 74 anos
CARLOS ORTIS SANCHES, 63 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1905 · 21/02/2017

29 35 43 54 56 57