Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Freixo não quer Lula e Marina em seu palanque no Rio

Loading...

POLíTICA

Freixo não quer Lula e Marina em seu palanque no Rio

ITALO NOGUEIRA

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) afirmou que não pretende ter em seu palanque o ex-presidente Lula e da ex-senadora Marina Silva. PT e Rede devem apoiar a candidatura do PSOL, mas ele disse não querer a presença das duas principais lideranças nacionais da sigla.

Uma das preocupações de Freixo é evitar o vínculo com o governo Dilma Rousseff, ao qual o PSOL fez oposição, mas criticou seu afastamento. O objetivo agora é evitar a nacionalização da campanha.

"O debate é municipal. A nacionalização do debate já ocorreu. O PMDB foi derrotado. Essa derrota tem relações com o debate nacional e também com o local. Agora é hora de aprofundar as diferenças de concepção de cidade, debate sobre programa", disse Freixo.

O discurso contra o governo Michel Temer feito pelo candidato do PSOL logo após o anúncio do resultado no primeiro turno pegou mal entre os candidatos derrotados que cogitavam dar algum apoio, ainda que discreto, a Freixo.

Lula esteve no Rio para defender a candidatura de Jandira Feghali (PC do B). Marina tinha como candidato Alessandro Molon (Rede). Os dois somaram menos de 5% dos votos válidos.

O PSDB já decidiu que não vai apoiar Freixo, mas ainda não declarou apoio ao senador Marcelo Crivella (PRB).

BOATOS

Freixo também acusou o pastor Silas Malafaia e a família Bolsonaro de serem os responsáveis pela disseminação de boatos contra a sua campanha.

Nas redes sociais, circula uma foto em que Freixo beija o deputado Jean Willys (PSOL) na boca, e o parlamentar é apontado como futuro secretário de Educação.

Um perfil falso no Twitter também foi criado com a imagem de Freixo. Nele há frases defendendo o fim da Polícia Militar e em defesa do aumento do auxílio-reclusão, pago a dependentes de presos.

"É lamentável que em pleno século 21 determinadas forças políticas pareçam viver no século 14. O nome disso é crime. A política feita assim", disse ele.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias