Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Vitória de Doria consagra força de grupo de Geraldo Alckmin em São Paulo

Loading...

POLíTICA

Vitória de Doria consagra força de grupo de Geraldo Alckmin em São Paulo

RENATA AGOSTINI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A vitória de João Doria já no primeiro turno consagra a força de Geraldo Alckmin no PSDB de São Paulo.

O governador apoiou o empresário nas prévias e colocou boa parte de seus auxiliares para garantir a confirmação de seu nome como o nome do partido na corrida eleitoral.

Os dois já eram amigos. A escolha de Doria, porém, foi pragmática. Com ele, Alckmin fez seu candidato na corrida. À época, o adversário do empresário na eleição interna da sigla era Andrea Matarazzo, amigo e aliado do chanceler José Serra e de "cabeças brancas" do PSDB, como o ex-governador Alberto Goldman.

Alckmin quer se lançar novamente à Presidência da República em 2018. Dentro do PSDB, o presidente nacional do partido, Aécio Neves, e Serra também nutrem a mesma ambição.

DINHEIRO E TV

Desconhecido do grande público, Doria adotou a estratégia de atrair o apoio do maior número possível de partidos e gastar muito dinheiro -para os padrões da campanha deste ano, que foi a primeira sem o financiamento privado.

O resultado foi uma coligação com partidos que vão do PV ao PTC, partido do ex-presidente Fernando Collor. As doze siglas garantiram um massacre na TV para Doria, que foi, de longe, o candidato com mais tempo de programa eleitoral e com o maior número de inserções televisivas.

O tucano foi também o que mais gastou dinheiro. No total, foram R$ 13,5 milhões em despesas contratadas, mais que o triplo do registrado no TSE pelas campanhas de Marta Suplicy (R$ 3,8 milhões) e de Celso Russomanno (R$ 3,7 milhões). Fernando Haddad, que aparece num distante segundo lugar, contratou serviços que somam R$ 11,8 milhões.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias