Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Baixa votação marca eleições em sessões de escola atacada em São Luís

Loading...

POLíTICA

Baixa votação marca eleições em sessões de escola atacada em São Luís

JOSÉ LINHARES JR.

SÃO LUÍS, MA (FOLHAPRESS) - Depois da série de incêndios a escolas e ônibus em São Luís (MA), a movimentação na escola infantil ao lado do colégio Darcy Ribeiro foi abaixo de anos anteriores.

A unidade foi uma das atacadas ao longo da semana, o que obrigou a Justiça Eleitoral a mudar o local de votação destes espaços para as eleições municipais deste domingo (2).

Neste sábado (1º), o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Gilmar Mendes, esteve na capital maranhense após a onda de ataques a ônibus e locais de votação ao longo da semana.

"Acredito que as pessoas ficaram com medo", disse Eliza Assis Pires, diretora da escola. De acordo com mesários, funcionários e eleitores, o movimento foi bastante inferior.

A escola infantil abrigou as seções 365 e 366. A segurança no local foi reforçada por quatro homens do exército e dois policiais militares.

O sargento Viatemir Madson, que comandou a unidade, relatou que nenhuma ocorrência foi registrada no local. "O dia correu de forma tranquila. Não tivemos nenhum tipo de problema. A única coisa que chamou a atenção foi a movimentação baixa."

Na porta da escola que sofreu ataque, o funcionário público José Luciano Pinheiro passou a tarde avisando os eleitores da mudança de local.

"Vi de casa que muita gente estava perdida. O aviso na porta não identifica com clareza o outro local, que fica escondido. Então vim aqui para a porta para informar as pessoas", disse.

A manicure Raimunda Adenildes Barros foi uma das pessoas ajudadas por José Luciano. "Se não fosse por ele, eu não teria achado o local".

ATAQUES

Segundo a secretaria da Segurança, os ataques são ordenados de dentro dos presídios maranhenses.

Na avaliação do governo, eles são uma reação a mudanças na gestão penitenciária. Em mensagem divulgada neste sábado (1), o governador Flávio Dino (PCdoB) atribui a violência a "organizações criminosas [que] querem amedrontar a sociedade para tentar retomar privilégios que tiveram no passado".

"Nós não aceitamos recuar um milímetro na implantação da disciplina e da ordem em nosso sistema prisional. Não cedemos a chantagens políticas ou de criminosos", afirmou o governador.

Em postagens em rede social, o governo maranhense afirma que já começou a transferência de presos para unidades prisionais federais de segurança máxima.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 24/02

MARIA DE OLIVEIRA MARICATO, 74 anos
CACILDA LEITE DE SOUZA, 82 anos

IVAIPORÃ 23/02

MARIA JOSÉ PEREIRA, 90 ANOS
MARTA MARIA DA SILVA OLIVEIRA, idade não divulgada
SEBASTIANA RECHE RIBEIRO, 87 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1907 · 25/02/2017

03 25 35 38 44 48