Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Forças Armadas reforçam segurança e cinco são detidos por boca de urna no RN

Loading...

POLíTICA

Forças Armadas reforçam segurança e cinco são detidos por boca de urna no RN

- Atualizado em 02/10/2016 15:35

SÉRGIO RANGEL, ENVIADO ESPECIAL

NATAL, RN (FOLHAPRESS) - Militares das Forças Armadas reforçam neste domingo (2) a segurança para as eleições em 87 municípios do Rio Grande do Norte.

Além do Exército, Marinha e Aeronáutica também participam da operação GVA (Garantia do Voto e da Apuração).

Até o início da tarde, cinco pessoas, sendo dois candidatos, foram detidas no Estado por boca de urna. Todas em municípios do interior.

O maior efetivo das Forças Armadas foi cedido pelo Exército, com 1.600 homens. Eles ajudam na segurança de 85 cidades. Parte dos militares (cerca de 300) foram deslocados de Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco.

A Marinha cuida especialmente da segurança no pleito em Nísia Floresta. Já a Aeronáutica fica em Parnamirim.

O Rio Grande do Norte enfrenta uma onda de violência desde julho. Foram registrados pelo menos 100 ataques em mais de 40 municípios. A série de incidentes foi uma retaliação dos líderes do crime organizado contra a instalação de bloqueadores de celulares em presídios do Estado.

Neste domingo, quase 6 mil policiais militares também fazem a segurança para as eleições.

Somente em Natal e na região Metropolitana, quase 1.200 homens estão envolvidos com a escolta e custódia das urnas, acompanhamento de juízes e promotores em fiscalizações, além do policiamento externo e em locais de comemorações

Os eleitores do Rio Grande do Norte foram proibidos de consumir bebidas alcoólicas neste domingo (2) em locais públicos, como bares, restaurantes e supermercados, entre 6h e 18h.

De acordo com o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Rio Grande do Norte, a medida se mostrou eficaz para garantir "a boa ordem do processo eleitoral" e reduzir o número de ocorrências nos locais de votação. Quem descumprir a determinação pode ser denunciado pelo crime de desobediência.

Segundo o órgão, os juízes eleitorais de cada zona podem aumentar o horário da proibição.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 08/12

ÂNGELO RODRIGUES, 70 anos

CALIFÓRNIA
ENACIR MARIA CARDOSO, 53 anos

JANDAIA DO SUL 08/12

MARIA DO ROSARIO DE SOUZA BORGES, 50 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60