Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Renan Calheiros diz que 'instituições devem guardar seus limites'

Loading...

POLíTICA

Renan Calheiros diz que 'instituições devem guardar seus limites'

MARIANA HAUBERT
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou nesta sexta-feira (4) que "a nação passa por um período delicado de sua história" e defendeu que as "instituições devem guardar os limites de suas atribuições legais".
Em nota oficial, o peemedebista afirmou ainda que qualquer politização ou radicalização, independente da origem, neste momento é um desserviço ao país.
Sem mencionar a 24ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta sexta, ou a ação da Polícia Federal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta sexta, Renan afirmou em nota oficial que "qualquer investigação precisa ser conduzida dentro do respeito à lei e à Constituição Federal".
Renan é investigado em pelo menos seis inquéritos no STF (Supremo Tribunal Federal) que apuram o seu envolvimento com a Lava Jato.
O peemedebista já foi citado na delação do ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró. Segundo ele, em 2012 Renan tratou pessoalmente, sem intermediários, de suposto repasse de propina proveniente da Petrobras e teria reclamado da falta de repasse de propina por parte do delator.
Para Renan, "o momento impõe a todos, especialmente aos homens públicos, serenidade, equilíbrio, bom-senso, responsabilidade e, sobretudo, respeito a legalidade".
Como parte das ações da 24ª fase da Lava Jato, Lula foi alvo nesta sexta de mandados de condução coercitiva (quando o investigado é levado para depor e depois liberado) e busca e apreensão em seu apartamento em São Bernardo do Campo e foi encaminhado ao aeroporto de Congonhas, em São Paulo, onde prestou depoimento.

Leia a íntegra da nota de Renan Calheiros (PMDB-AL):
"A nação passa por um período delicado de sua história. O momento impõe a todos, especialmente aos homens públicos, serenidade, equilíbrio, bom-senso, responsabilidade e, sobretudo, respeito a legalidade.
As instituições devem guardar os limites de suas atribuições legais e qualquer politização ou radicalização - independente da origem - será um desserviço ao país.
Valores absolutos do estado democrático de direito, independência dos poderes, liberdade e garantias individuais e coletivas, liberdade de expressão e a presunção da inocência, conquistados tão dolorosamente, precisam ser reiterados.
Qualquer investigação, portanto, precisa ser conduzida dentro do respeito a Lei e a Constituição Federal. O Brasil e sua democracia mais longeva já foram testados anteriormente e, sempre, estarão acima de tudo e de todos.
Senador Renan Calheiros
Presidente do Congresso Nacional"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 24/02

MARIA DE OLIVEIRA MARICATO, 74 anos
CACILDA LEITE DE SOUZA, 82 anos

IVAIPORÃ 23/02

MARIA JOSÉ PEREIRA, 90 ANOS
MARTA MARIA DA SILVA OLIVEIRA, idade não divulgada
SEBASTIANA RECHE RIBEIRO, 87 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1906 · 23/02/2017

06 27 33 39 40 60