Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Em nota, ministro se diz 'perplexo e indignado' com nova fase da Lava Jato

Loading...

POLÍTICA

Em nota, ministro se diz 'perplexo e indignado' com nova fase da Lava Jato

O ministro Miguel Rossetto (Trabalho e Previdência) divulgou nota oficial na manhã desta sexta-feira (4) em que se diz "perplexo e indignado" com a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, realizada na 24 fase da Operação Lava Jato.

"O presidente Lula já prestou depoimento e sempre se colocou à disposição das autoridades. Isso não é justiça, isso é uma violência", disse na nota.

A Polícia Federal realizou operação no prédio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho Fábio Luíz Lula da Silva -também conhecido como Lulinha. Essa fase da operação, batizada de Aletheia, apura se empreiteiras e o pecuarista José Carlos Bumlai favoreceram Lula por meio do sítio em Atibaia e o tríplex no Guarujá.

Lula foi levado de sua casa, mas não será ouvido em São Paulo. O ex-presidente é alvo de mandado de busca e apreensão e de condução coercitiva (quando o investigado é obrigado a depor).

O ministro afirmou ainda que a ação é um claro ataque ao que Lula representa, como uma liderança política e social.

Rossetto foi ministro do Desenvolvimento Agrário nos dois governos Lula e no início do governo Dilma, quando assumiu a chefia da Secretaria-Geral da Presidência. Ligado à militância do PT, ele também atuou na coordenação da campanha à reeleição de Dilma Rousseff.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias