Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Duque diz não haver prova de que dinheiro no exterior seja propina

Loading...

POLíTICA

Duque diz não haver prova de que dinheiro no exterior seja propina

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A defesa do ex-diretor da Petrobras Renato Duque afirmou à Justiça que não há provas de que as quantias atribuídas a ele em contas no exterior tenham relação com obras da Petrobras.
Duque está preso há um ano no Paraná e já foi condenado a mais de 20 anos de prisão em processo relacionado ao escândalo da Petrobras. Os advogados apresentaram nesta segunda-feira (29) as alegações finais dele em uma outra ação penal, que aborda suspeitas sobre a empreiteira Odebrecht.
No documento, a defesa do ex-diretor compara as datas de depósitos em contas na Europa com o período em que foram feitas obras alvos de investigação. Sustenta que o dinheiro visto como suspeito foi depositado mais de um ano antes dos supostos desvios nos empreendimentos.
"Deve haver prova categórica da origem ilícita para que haja condenação, sendo insuficiente a prova indiciária", diz o texto assinado pelos advogados.
Os advogados também afirmam que Duque não interferia na seleção das empresas convidadas para trabalhos sob responsabilidade da diretoria que comandava, a de Serviços.
Na ação, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e outros executivos da empresa são acusados de corromper Duque e outros executivos da Petrobras em contratos de obras bilionárias da estatal, como projetos nas refinarias do Paraná e de Pernambuco, no Complexo Petroquímico do Rio e na sede da estatal no Espírito Santo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias